casa folha
Fotos: Leonardo Finotti
- Publicidade -

Com design inusitado, a Casa Folha tem uma cobertura que se parece com folhas gigantes e garante sombra e vento para o interior da residência e os espaços livres entre os cômodos. O espaço está localizado em Angra dos Reis, no Rio de Janeiro.

O projeto da é de autoria do Mareines + Patalano Arquitetura. A equipe de arquitetos responsáveis é composta por Ivo Mareines, Paula Costa, Flávia Lima, Rafael Pretti e Rafael Patalano. A ideia foi inspirada em arquiteturas brasileiras indígenas, onde o clima é quente e úmido.

casa folha
Foto: Leonardo Finotti

Os espaços livres da Casa Folha são os mais interessantes e o mais utilizados pelas visitas, pois a construção foi pensada de forma que o vento do mar entre e ventile todas as áreas, abertas ou fechadas. Seguindo assim o conceito de ecoeficiência low-tech estabelecido no projeto arquitetônico.

- Publicidade -
casa folha
Foto: Leonardo Finotti

“Nós entendemos a casa de praia como um meio de melhorar e tornar mais agradável a interação do homem com a natureza. Nunca separá-los totalmente”, afirma os arquitetos. Para seguir este ideal, os criadores do projeto preferiram não fazer corredores e deixar muita transparência e integração entre dentro e fora.

casa folha
Foto: Leonardo Finotti

O uso da vegetação, combinada com a piscina que atravessa a Casa Folha, garante um ar praiano e relaxante. Além disso, na varanda onde fica esta piscina há também redes de descanso. O escritório de arquitetura costumar chamar esta área da casa de “lounge brasileiro”.

A estrutura da cobertura foi feita de madeira laminada de eucalipto e o telhado de pequenas peças de madeira pinús. Ambas são espécies plantadas para reflorestamento e são usadas como matéria-prima consideradas renováveis por rapidamente chegarem ao ponto de serem colhidas.

casa folha
Foto: Leonardo Finotti

O acabamento da Casa Folha é feito com ardósia ferrugem em tiras, madeira natural, madeira de cruzeta de poste no piso do térreo e tramas de bambu.

casa folha
Foto: Leonardo Finotti

Com informações do Vitruvius.

- Publicidade -