Uma casa arejada, com piscina quase transparente e muito verde. Esse é o sonho que se tornou realidade na vida de um jovem casal em Cingapura. Projetada pela Guz Architects, a construção combina perfeitamente com o clima tropical da região.

Construída em dois andares, a residência possui uma varanda aberta com jardim e uma passarela no primeiro andar proporciona a vista para o jardim e para o pátio central. Além disso, foi aproveitada a posição do terreno orientando a construção para usufruir ao máximo das brisas refrescantes e o pouco vento da região.  

Como um deleite para os olhos, em todos os cantinhos é possível encontrar uma planta. O verde colore, dá vida e respiro. Já a água é um elemento presente não na piscina como também num pátio central, dando forma a mini lagos com árvores ao centro. O branco das paredes, o verde das plantas e a transparência das águas compõem uma casa relaxante e de paz.

Mas não só de tranquilidade e clima “zen” vive essa família. Os proprietários da residência possuem três filhos. Por conta disso, uma das ideias era obter espaços dinâmicos que incentivassem a brincadeira e interação. O resultado é um lar com cômodos abertos, bem ventilados e onde os jardins, a piscina em forma de L e o telhado se integram à natureza ao redor.

Chamada de Casa Willow, a construção abrange quase 900 metros quadrados. Ela utiliza princípios de design passivos e ventos cruzados para resfriamento. “Nós queríamos que fosse uma casa com alma, então projetar espaços onde uma família pudesse conviver e interagir sempre fez parte do ‘brief. Esperamos que o design reflita isso. Tentamos desenhar a natureza ao máximo que podemos dentro ambiente urbano relativamente denso de Cingapura”, afirma a empresa de arquitetura responsável, Guz Architects.