Inicio Vida Sustentável Mãe e filha produzem mudas em cascas de ovos e as doam nas ruas

Vida Sustentável

Mãe e filha produzem mudas em cascas de ovos e as doam nas ruas

E se com, apenas, três anos de idade você já tivesse produzido e doado mais de mil mudas?

3 de março de 2017 • Atualizado às 10 : 30
Mãe e filha produzem mudas em cascas de ovos e as doam nas ruas

Alicia Nunes Micheluzzi é a integrante principal do projeto “Plantei um broto na casca do ovo”. | Foto: Arquivo pessoal

28.07K
0

E se com, apenas, três anos de idade você já tivesse produzido e doado mais de mil mudas? A Alicia Nunces Micheluzzi tem essa idade e já é uma verdadeira especialista em fazer sementes germinarem. Com a ajuda de sua mãe, a engenheira florestal Ana Glória Nunes, ela é a integrante principal do projeto “Plantei um broto na casca do ovo”.

Em entrevista ao CicloVivo, Ana explicou como a ideia surgiu. “O projeto nasceu quando começamos a plantar as sementes de frutas e legumes que consumíamos em nossa casa. Nós começamos a jogá-las dentro de potes com terra e tudo começou a germinar.” Essa foi a sementinha do projeto. A partir daí, tudo ganhou mais forma e identidade.

Como a quantidade de mudas começou a crescer, a mãe teve ideia de começar a distribuí-las nas ruas. Mas, os potes não eram suficientes para tanta planta. Assim surgiu a segunda parte do projeto, que é o reaproveitamento das casquinhas de ovo. Segundo Ana, a escolha se deu por dois motivos principais: o tamanho, que, por ser pequeno descarta o uso de uma grande quantidade de terra, e o fato de ser biodegradável, podendo até servir de adubo para a própria planta. “É ecologicamente correto e economicamente viável”, completa a engenheira florestal.

Foto: Arquivo pessoal

Foto: Arquivo pessoal

Mãe e filha começaram, então, a distribuição das mudinhas pelas ruas de Blumenau, SC. Ana comenta que, logo que as fotos colocadas nas redes sociais, elas ganharam fama e outras pessoas apareceram interessadas em apoiar o projeto. “Depois de colocar a foto na internet, alguns restaurantes se impactaram com a causa e começaram a guardar as casquinhas de ovos pra mim. Com isso, o projeto teve mais repercussão, pois consegui distribuir mais mudas. Muitas delas são distribuídas nos próprios estabelecimentos que me fornecem as casquinhas.”

Foto: Arquivo pessoal

Foto: Arquivo pessoal

Antes de receber a terra e as sementes, as casquinhas são esterilizadas, para evitar qualquer tipo de contaminação. Para a mãe, o trabalho impacta adultos e crianças.

“O objetivo é resgatar o valor do alimento, a importância do plantar. O legal é que o projeto impacta positivamente tanto as crianças como os adultos, por seu lado lúdico de ver as mudinhas dentro do ovo.”

Foto: Arquivo pessoal

Foto: Arquivo pessoal

Durante a distribuição das mudas, a engenheira aproveita para falar sobre os cuidados e técnicas que devem ser tidos durante o cultivo e também sobre o aproveitamento dos vegetais para o próprio replantio, usando os talos, cascas e sementes.

Foto: Arquivo pessoal

Foto: Arquivo pessoal

Até hoje o “Plantei um broto na casca do ovo” já distribuiu mais de mil mudas de alimentos.

Se você tem interesse em conhecer mais sobre a técnica usada pela Ana e pela Alicia, envie e-mail para:[email protected]

Por Thaís Teisen – Redação CicloVivo

(28071)

logo
Fechar
Abrir
logo