Inicio Meio Ambiente Corredor verde de mais de 7 mil km pode salvar África da desertificação

Meio Ambiente

Corredor verde de mais de 7 mil km pode salvar África da desertificação

A ideia é criar uma enorme faixa verde entre os dois grandes desertos africanos, o Sahel e o Sahara.

5 de outubro de 2016 • Atualizado às 08 : 13
Corredor verde de mais de 7 mil km pode salvar África da desertificação

Mesmo ainda tendo muitos anos pela frente, o projeto já começa a ter resultados. | Foto: Divulgação

10.81K
0

O continente africano é uma das regiões mais áridas do mundo. A perda das florestas e a desertificação constante na África tornam a maior parte do solo de diversos países improdutivas, prejudicando diretamente a população local. No entanto, um projeto chamado de “Great Green Wall” (Grande Barreira Verde) pode mudar esta situação.

A iniciativa, que faz parte de um esforço entre os países que formam a União Africana, começou em 2007 e os primeiros resultados já podem ser vistos e colhidos. A ideia é criar uma enorme faixa verde entre os dois grandes desertos africanos, o Sahel e o Sahara. A previsão é de que o projeto consiga plantar árvores em uma faixa que percorre mais de sete mil quilômetros, percorrendo praticamente o continente de ponta a ponta.

Imagem: Divulgação

Imagem: Divulgação

Conforme o site oficial do Great Green Wall, são mais de 20 países envolvidos no projeto. Até o momento, 15% do plantio planejado já foi finalizado. Apenas no Senegal, por exemplo, o projeto já soma mais de 11 milhões de novas árvores e 15 milhões de hectares já foram recuperados na Etiópia. A ideia é que a barreira verde seja finalizada em 2030.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Mesmo ainda tendo muitos anos pela frente, o projeto já começa a ter resultados. O plantio inclui diversas espécies, inclusive com árvores frutíferas, que devem servir como fonte de alimento às populações locais. Essa diversidade na flora também atrai a diversidade de animais, colaborando para o resgate de todo o ecossistema.

O projeto pode ajudar a retirar da atmosfera mais de 250 milhões de toneladas de gás carbônico, ao mesmo tempo em que gera empregos e combate diretamente a desertificação, recuperando o solo e os recursos hídricos, impactando diretamente a população local.

Clique aqui para acompanhar todos os detalhes desta iniciativa.

Redação CicloVivo

(10808)

logo
Fechar
Abrir
logo