Ícone do site

Pinterest anuncia nova política contra negacionismo climático

Plataforma vai coibir compartilhamento de afirmações falsas em posts e anúncios e priorizar fontes confiáveis

Published 07/04/2022
redes sociais pinterest

Foto: Camilo Jimenez | Unsplash

Uma nova política para coibir o compartilhamento e circulação de afirmações falsas e enganosas sobre mudanças climáticas, que promovam o negacionismo em relação à crise climática. Com o anúncio desta nova política, o Pinterest se diferencia de outras redes sociais que seguem com problemas para controlar a disseminação de fake news.

De acordo com a empresa, qualquer conteúdo que distorça ou negue a ciência do clima será removido da plataforma, tanto aqueles postados como anúncios como os posts “orgânicos” normais.

“O Pinterest acredita na manutenção de um espaço que seja confiável e verdadeiro para as pessoas que usam nossa plataforma. Esta medida ousada é uma ampliação das nossas diretrizes mais abrangentes contra a desinformação, que desenvolvemos pela primeira vez em 2017 para lidar com a desinformação relacionada à saúde pública”, afirma disse Sarah Bromma, diretora de políticas do Pinterest.

A política ampliada contra a desinformação climática é mais um passo na jornada para combater a desinformação e criar um espaço online seguro”, completa Sarah.

Foto: Marvin Meyer | Unsplash

Há anos ativistas climáticos lutam contra gigantes para coibir o compartilhamento de notícias e conteúdos falsos sobre clima nas redes sociais.Segundo Michael Khoo, copresidente de desinformação climática da Friends of the Earth, o Pinterest demonstrou sua importante liderança ao criar um padrão comunitário que inclui uma definição de desinformação climática.

A desinformação climática em plataformas digitais é uma séria ameaça ao apoio necessário do público para resolver a crise climática”, alerta Micheal.

Combate ao negacionismo climático

Para abordar questões como mudança climática ou desinformação, o Pinterest estabeleceu parcerias com especialistas, como a Climate Disinformation Coalition e a Conscious Advertising Network, que ajudam a orientar e desenvolver a nova política com base em temas comuns de desinformação percebidos nas plataformas de mídia.

Ação em 2021. | Foto: Greve pelo clima Brasil

No caso das mudanças climáticas, além de eliminar conteúdos negacionistas, a plataforma também modificou seus mecanismos de busca, de maneira a direcionar o usuário a fontes confiáveis de informação.

“É indiscutível que a desinformação climática combinada com ferramentas publicitárias retarda a adoção de medidas climáticas significativas”, disse Jake Dubbins, copresidente da Conscious Advertising Network.

Como vai funcionar?

Em comunicado enviado à imprensa, a plataforma afirma que a política de combate à desinformação climática “remove o conteúdo considerado prejudicial ao bem-estar, à segurança ou à confiança do público”, o que inclui: 

O Pinterest comunicou que também atualizou suas Diretrizes de Publicidade para “proibir explicitamente todos os anúncios que contenham teorias da conspiração, desinformação e mentiras relacionadas à mudança climática”.

Buscas por um futuro melhor

Foto: Adem Ay | Unsplash

As buscas por uma vida mais ecológica estão em alta no Pinterest. Segundo a empresa, as pessoas estão buscando ideias para incorporar a sustentabilidade aos seus estilos de vida: buscas por “dicas para desperdício zero” foram 6x maiores, por “ideias de reciclagem de roupas” foram 4x maiores, por “decoração reciclada” aumentaram 95% e por “estilo de vida com desperdício zero” aumentaram 64% em comparação ao ano passado.

Inspiração

Foto: Pinterest

Para promover a inspiração sobre uma vida mais ecológica, alguns criadores de conteúdo do Pinterest nos Estados Unidos, no Reino Unido, na Austrália, na Alemanha, na França, no Japão, no Brasil, no México, na Argentina, na Indonésia e na Índia lançarão uma série de conteúdos na plataforma: os Creator Originals. Seus Idea Pins servirão para inspirar as pessoas a aprender mais sobre como economizar, reciclar roupas e reduzir o desperdício de alimentos, entre outros interesses. Além disso, as pessoas que buscarem temas relevantes, como “vida ecológica” e “vida sustentável”, verão um Pin que as levará a um artigo do dia, até o Dia da Terra, mostrando pastas especialmente selecionadas e conteúdo inspirador sobre sustentabilidade.

LEIA MAIS: