Inicio Arquitetura & Design Contêineres são transformados em estufas hidropônicas para cultivo diverso

Arquitetura & Design

Contêineres são transformados em estufas hidropônicas para cultivo diverso

O espaço é repleto de linhas e cubos, que disponibilizam 2.800 pontos de plantio.

2 de junho de 2016 • Atualizado às 20 : 00

O CropBox utiliza 90% menos água do que o cultivo tradicional. | Foto: Divulgação

Contêineres são transformados em estufas hidropônicas para cultivo diverso
11.10K
0

Os contêineres são cada vez mais úteis para a construção civil. Mas, a funcionalidade não para por aí. Há sete anos o norte-americano Tripp Williamson resolveu pesquisar a transformação dessas latas gigantes em estufas hidropônicas. O trabalho deu certo e se tornou mais uma alternativa para a agricultura, principalmente urbana.

A família Williamson é famosa nos Estados Unidos por suas inovações para elevar a produtividade. O pai, Burl Williamson, ficou conhecido pela criação de uma estufa que modificou a forma como o tabaco era cultivado no país. Agora, chegou a vez do herdeiro inovar e tornar a produção de alimentos mais sustentável.

O CropBox é um contêiner que tem a sua estrutura externa intacta, quem olha de fora não imagina o tamanho de sua eficiência. Internamente ele foi totalmente adaptado para oferecer as condições ideais para o cultivo hidropônico, ou seja, “plantio” que usa água no lugar da terra.


Foto: Divulgação

O espaço é repleto de linhas e cubos, que disponibilizam 2.800 pontos de plantio. A iluminação aérea é fornecida por luzes fluorescentes e uma bomba mantém os 200 litros de água usados no sistema sempre circulando. Através de uma tecnologia aplicada na estrutura, os produtores conseguem acompanhar todos os detalhes da produção pelo computador ou smartphone remotamente. Informações como: temperatura, iluminação, água, Ph, CO2 e níveis de umidade estão sempre à disposição, aumentando o controle sobre todo o cultivo, que está em condições ideais durante todo o ano, independente da temperatura externa.


Foto: Divulgação

Além de ocupar um espaço muito pequeno e reaproveitar os contêineres para um novo uso, esta opção se torna muito eficiente em termos econômicos. De acordo com o fabricante, o CropBox utiliza 90% menos água do que o cultivo tradicional e 80% menos fertilizantes, ele ainda descarta totalmente o uso de pesticidas. Com essas condições, o fabricante garante que os alimentos podem ser comercializados com menos custos.

Redação CicloVivo

(11098)

logo
Fechar
Abrir
logo