Inicio Desenvolvimento Central automatizada na Espanha é exemplo de eficiência em reciclagem

Desenvolvimento

Central automatizada na Espanha é exemplo de eficiência em reciclagem

A central trata os resíduos sólidos gerados por 144 municípios.

9 de setembro de 2016 • Atualizado às 13 : 32

A automatização e as últimas alterações unidade, fizeram com que a estrutura se tornasse uma referência na Espanha. | Foto: Divulgação

Central automatizada na Espanha é exemplo de eficiência em reciclagem
2.94K
0

Reciclagem é um assunto que gera preocupações em nível mundial. Para além de uma forte sensibilização à população, a aposta dos mercados mundiais tem se voltado nos últimos tempos para os grandes investimentos em alta tecnologia que permitem uma grande recuperação dos materiais, com menos recursos. Um dos claros exemplos de centrais tecnológicas é a planta Ecocentral Granada, na Espanha.

Localizada em Alhendín, a planta com uma capacidade nominal de 450 mil t/ano, é uma das principais unidades de recuperação de resíduos do país. Ao todo são quatro linhas de tratamento com capacidade de processar 30 t/h, e contam com dez separadores automáticos. As linhas de processamento são agrupadas duas a duas de forma simétrica permitindo que a planta trabalhe com dois tipos diferentes de materiais ao mesmo tempo, com estabilidade e versatilidade do processo.

A Ecocentral Granada dá trabalho diretamente a cerca de 190 funcionários e trata os resíduos sólidos gerados por 144 municípios (812 mil habitantes), assim como os materiais recolhidos de forma seletiva de toda a província, alcançando 923 mil habitantes. Com o uso da máquina de automação Autosort, da empresa Tomra Sorting Recycling, a unidade conseguiu recuperar 10,80% da entrada total mais outras 5.670 toneladas de materiais recicláveis recuperados da coleta seletiva, com uma eficiência de recuperação de cerca de 72,5%.

A automatização e as últimas alterações unidade, fizeram com que a estrutura se tornasse uma referência na Espanha e um bom exemplo de alta performance de recuperação com a inclusão das tecnologias avançadas para o tratamento de Resíduos Sólidos, como a separação baseada em sensores, possibilitada pelos novos equipamentos.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Atualmente, a planta dispõe de dez unidades Autosort. As máquinas deixam a separação dos materiais mais eficiente e rápida. São quatro equipamentos instalados na linha da fração rolante de duas linhas do processo, outros quatro equipamentos estão em paralelo também instalados na linha da fração rolante nas outras duas linhas simétricas, e outros dois equipamentos óticos estão instalados para a recuperação de embalagens e para a recuperação de papel e papelão no rejeito de todas as quatro linhas.

Segundo explica Ricardo Alonso Pérez, Engenheiro de Serviço de Resíduos da Ecocentral Granada: “Com a introdução dos AUTOSORT a recuperação de papel e papelão teve um aumento de recuperação de 0,8% a 1% sobre o total da entrada da planta. Atualmente se recuperam por turno entre cinco a oito toneladas de papel e papelão de grande qualidade”.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Mas, os benefícios proporcionados por um sistema inteligente de automação não se restringem à separação do papel.  “As vantagens vão desde a alta disponibilidade e alta eficiência de separação, estabilidade e versatilidade para poder separar novos produtos que demande o mercado, trocar os produtos a serem selecionados ou reconfigurar a cascata de seleção dos materiais em caso de tratamento de diferentes fluxos de materiais (RSU ou coleta seletiva, por exemplo)”, completa Alonso.

(2940)

logo
Fechar
Abrir
logo