Fazer uma imersão de 4 dias no universo do bambu. Esta é a proposta do Curso Intensivo de Construção com Bambu, com o engenheiro agrônomo Bruno Sales, do Bambu Mantiqueira, de 5 a 8 de julho, no Sítio Bicho Preguiça, em Caçapava, a apenas 100 Km de São Paulo. O conteúdo do Curso é extenso. Os participantes vão fazer um passeio de reconhecimento de 14 espécies de bambu que foram plantados em diferentes épocas. Serão abordados a história, morfologia, fenologia (como reconhecer a idade da planta), plantio, propagação, manejo, tratamento, aplicações, movelaria e design e bioconstrução.

Sob a orientação de Bruno, todos vão realizar o corte do bambu, usando ferramentas adequadas. Em seguida, as varas passam por um tratamento com adubo mineral (a base de ácido bórico e sulfato de cobre) para proteção contra pragas. O tratamento é considerado um dos ponto-chave para o sucesso da obra. Os participantes vão construir uma parede de bambu usando uma técnica trazida da Colômbia chamada esteridia (esteiras de bambu). Em seguida, vão preparar o reboco com calficite (cal, fibras e terra) para revestir a parede.

Outros tipos de encaixe, como o tradicional boca de sapo, também serão ensinados e executados na prática. O ponto alto do curso é a apresentação do projeto do telhado em arco com bambu gigante da obra Casa das Birutas, projeto da Gera Brasil Arquitetura, que está sendo executado por Bruno na Ecovila Clareando. “É um projeto ousado e diria até pioneiro”, afirma. A técnica de produzir arcos com bambu gigante vai ser ensinada no curso. Outro destaque é a parte teórica em que os Bruno ensina como realizar projetos detalhados com bambu. “É possível construir uma casa inteira com bambu”, diz. Quem quiser pode trazer dúvidas do próprio projeto para ser discutido durante o curso.

Considerado uma fonte renovável, o bambu é um dos materiais mais inovadores na área da construção. É resistente o suficiente para substituir o aço em algumas estruturas, como mostram construções em países como China, Japão e Indonésia. Na América do Sul, o país mais desenvolvido no seu uso é a Colômbia, como atesta a catedral Alterna Nuestra Señora de La Pobreza, projetado pelo renomado arquiteto Simón Velez.  “Diferente do cimento, que é altamente poluente, o bambu é um recurso natural que não se esgota, desde que cortado corretamente”, afirma Bruno, que está executando a armação em arco de bambu gigante de uma casa na Ecovila Clareando, como mostra a foto acima.

Curso Intensivo de Construção com Bambu

Os valores do Curso Intensivo de Construção com Bambu, que começa às 8h de quinta-feira 5 e termina às 17h de domingo 8 de junho, são: R$ 900 (quarto), R$ 800 (camping) e R$ 700 (sem hospedagem). Todas as opções incluem alimentação completa (opções para vegetarianos e vaganos). 

Quem é Bruno Sales

Engenheiro Agrônomo formado pela UFRRJ, trabalha com bambu há mais de 15 anos. Neste período, realizou 15 obras, entre casas e galpões com diferentes tipos debambu. Foi estagiário por 4 anos da Embrapa Agrobiologia. Sob orientação do departamento de tecnologia da madeira na Engenharia Florestal da UFRRJ, trabalhou na instituição Pindorama durante 5 anos, onde ministrou cursos de bambu para 23 turmas.
O Sítio Bicho Preguiça é a sede do Bambu Mantiqueira, como o nome já diz, especializada em cursos e obras com bambu.

SERVIÇO
Quando:5 a 8 de julho
Investimento:  R$ 900 (quarto), R$ 800 (camping), R$ 700 (sem hospedagem). Todas as opções incluem alimentação completa (opção para vegetarianos e veganos)
Inscrições: [email protected]unicacao.com.br

Ou pelo Sympla (tem taxa de adm, mas 9 opções de pagamento, incluindo parcelamento em até 10 vezes).

Confira todos os detalhes da programação e forma de pagamento no link do evento.