- Publicidade -

Parque solar é instalado no telhado de empresa em São Paulo

Segundo a empresa, essa é a maior instalação de grande porte do Brasil dentro de um centro urbano.

Parque solar é instalado no telhado de empresa em São Paulo
Fotos: Divulgação
- Publicidade -

A Udiaço, empresa do segmento da construção civil, desenvolveu um parque de geração de energia solar instalado no telhado de sua sede em Carapicuíba, na região oeste da Grande São Paulo. São mais de 4.300 m2 de área com potência instalada de 725 kw, capaz de gerar mais de 75.000 kwh por mês.

O projeto foi implementado durante a pandemia e levou cerca de oito meses para ser concluído. “Nosso consumo médio de energia é de 85.887 kwh/mês. Com o telhado fotovoltaico, buscamos suprir quase 90% de nosso consumo”, disse Hugo Trevizan, diretor de planejamento da Udiaço. “A partir das esperadas variações mensais de geração, esse índice oscila, mas com a implantação do sistema, as expectativas iniciais estão sendo superadas”, completou.

Foto: Divulgação

Ao contrário do que muitos pensam, o sol forte e calor não são fatores decisivos para o volume de energia produzido. O que gera energia são os raios solares, não o calor, por isso, os meses de maior produção são os do verão, porque os dias são mais longos. “No mês de dezembro, por exemplo, a nossa produção chegou a mais de 98.000 kwh. Em junho, durante o inverno, caiu para cerca de 52.000”, explicou Abraão Algarve, diretor da Sunning, empresa responsável pela instalação do sistema.

- Publicidade -

“Quando o estudo nos foi apresentado, a estimativa de economia para o primeiro ano era de aproximadamente R$ 350.000,00. Mas, com os recentes aumentos de tarifas, bandeiras amarelas, vermelhas e outras, esse ganho será ainda maior”, conta Trevizan. 

O tempo médio de retorno do investimento na instalação de um sistema de energia solar é de três a seis anos, mas ele praticamente se paga sozinho, uma vez que a economia na conta de energia, que acontece desde que o sistema começa a operar, pode cobrir integralmente a parcela do financiamento. “Nossa expectativa de retorno de investimento é de quatro anos e oito meses, levando em conta que só teríamos bandeira verde tarifária no período. Ou seja, é um prazo conservador”, disse o diretor da Udiaço.

Parque solar em cobertura

Para a Sunning, esse projeto representou uma série de desafios. O maior foi uma instalação de um parque solar de grande porte, dentro de um centro urbano, envolvendo muitas pessoas e com a empresa em pleno funcionamento. “A usina fotovoltaica da Udiaço é a maior de São Paulo em potência instalada e tem a dimensão duas vezes superior à nossa maior obra até então. Eram muitos pontos a serem levados em conta e tivemos que buscar várias soluções técnicas inovadoras”, disse Abraão Algarve.

Veja também: Loja atacadista tem maior usina solar do Pará em sua cobertura

- Publicidade -

Ao navegar neste site você concorda com a nossa Política de Privacidade e uso de cookies para melhorar a sua experiência.

Ok
Sair da versão mobile