- Publicidade -
Início Planeta Desenvolvimento

Projeto de Lei quer proibir importação de cosméticos e cigarros testados em animais

Estima-se que, anualmente, cerca de 500 mil animais sejam usados em testes em todo o mundo

teste em animais cigarro cosméticos
Nos últimos dias, imagens chocantes de animais sendo usados para testes de cigarro circularam nas redes. Foto: Pixabay
- Publicidade -

O deputado federal Célio Studart (PV-CE) apresentou nesta terça-feira, 16 de novembro, um projeto de lei que proíbe a importação de produtos de empresas que realizem testes em animais para produzir cosméticos e cigarros.

A vedação se estende a quaisquer componentes ou insumos utilizados em toda a cadeia de produção. “Não podemos aceitar este verdadeiro horror”, avalia o deputado.

Cerca de 40 países já aprovaram leis banindo testes para cosméticos em animais. Ainda assim, de acordo com dados da organização internacional Cruelty Free, cerca de meio milhão de animais ainda são explorados anualmente para testes.

- Publicidade -

No Brasil, a legislação vem avançando em alguns estados, mas ainda não tem alcance nacional. 

Foto: Jonathan Kemper | Unsplash

Nos últimos dias, circularam nas redes sociais imagens de cães com máscaras presas aos focinhos sendo obrigados a inalar por horas fumaça de cigarro. A partir disso, Célio lançou um abaixo-assinado para pressionar o Congresso a aprovar projeto de lei também de sua autoria (PL 948/19) que proíbe, em território nacional, o uso de animais em testes de produtos cosméticos, de higiene pessoal, perfumes, limpeza e seus componentes.

Para ler a íntegra da proposta, clique AQUI.

- Publicidade -

Ao navegar neste site você concorda com a nossa Política de Privacidade e uso de cookies para melhorar a sua experiência.

Ok
Sair da versão mobile