Início Inovação Negócios Disney adiciona mais 50 MW de energia solar para abastecer parques temáticos

Disney adiciona mais 50 MW de energia solar para abastecer parques temáticos

A meta de instalação inclui meio milhão de painéis solares.

965

O Walt Disney World Resort está em parceria com a desenvolvedora de projetos solares Origis Energy para instalar mais 50 megawatts de energia renovável. Projeto visa alimentar dois de seus quatro parques temáticos na Flórida.

O anúncio foi feito por Dr. Mark Penning, vice-presidente de Animais, Ciência e Meio Ambiente do Disney Parks.  A parceria ainda conta com a Reedy Creek Improvement District: o maior distrito que abriga os terrenos dos parques temáticos da Disney.

Metas

A meta de instalação solar inclui meio milhão de painéis solares e a redução das emissões de gases de efeito estufa em mais de 57 mil toneladas por ano. Segundo o grupo, isso é  equivalente a remover 9.300 automóveis das estradas por ano. Além disso, a iniciativa vai ajudar a companhia a atingir sua meta de 2020 em reduzir as emissões líquidas de gases do efeito estufa em 50% em relação a 2012.

Instalação

A instalação vai começar nos próximos meses e será realizada perto do Animal Kingdom da Disney. A Origis Energy já começou a entregar os primeiros painéis solares, vide foto abaixo.

Poder às orelhas solares

A geração solar será combinada com a usina solar em formato de orelhas do Mickey, que foi inaugurada em 2016. Ali são produzidas cinco megawatts de energia renovável. Durante as horas de pico, quando o sol estiver brilhando mais forte, as duas instalações juntas vão gerar energia suficiente para suprir até 25% das necessidades de energia de toda a Disney.

Energia solar e polinizadores

Neste projeto, o setor de Animais, Ciências e Meio Ambiente vai trabalhar em conjunto ao grupo de Horticultura da Disney. A ideia é encontrar maneiras de tornar as instalações solares amigáveis aos polinizadores. De acordo com Penning, o local ganhará flores silvestres e vegetação para criar um habitat seguro e acolhedor para borboletas, abelhas e outros insetos, incluindo espécies ameaçadas e em risco. O projeto está alinhado com a iniciativa “Reverse the Decline”, do fundo de conservação da Disney, que visa reverter o declínio de 10 espécies ameaçadas, incluindo borboletas.