- Publicidade -
Início Arq & Urb Arquitetura

Proposta de lei obriga prédios de SP a utilizarem água das chuvas

- Publicidade -

O jornal Metro desta terça-feira, 22, divulgou a aprovação do projeto de lei que obriga os edifícios do estado de São Paulo a possuírem reservatórios para captação das águas das chuvas. O texto, de autoria do deputado Rodolfo Costa e Silva (PSDB), segue agora para a aprovação ou veto do governador Alberto Goldman, que terá a decisão final sobre o projeto.

Caso a lei seja aprovada, os edifícios comerciais terão o prazo de dois anos e os residenciais de sete anos para se adaptarem à nova legislação. Os prédios que se enquadram no perfil definido na proposta de lei, são todos aqueles que possuem área superior à 500m² ou que abrigam mais de 50 famílias. Os prédios que ainda estão em construção ou na planta, terão somente 180 dias para a adequação.

Aproveitar a água da chuva significa reduzir gastos e cooperar com a preservação. Através de cisternas ou outros tipos de reservatórios, essa água pode ser usada na limpeza, jardinagem, sanitários, entre outras coisas. A proposta foi feita e agora a decisão depende exclusivamente do governador Alberto Goldman.

- Publicidade -

Ao navegar neste site você concorda com a nossa Política de Privacidade e uso de cookies para melhorar a sua experiência.

Ok