- Publicidade -

5 alimentos que podem ser aproveitados até o caroço

- Publicidade -

Aproveitar os alimentos em sua totalidade é a melhor forma de evitar o desperdício. É muito comum que em frutas e legumes, os talos e cascas tenham até mesmo mais nutrientes do que a polpa, no entanto, normalmente o destino que eles têm é o lixo.

A casca da banana, por exemplo, possui três vezes mais vitamina C e duas vezes mais potássio do que a própria polpa. O mesmo acontece com o abacaxi, em que a casca tem nove vezes mais fibras e duas vezes mais vitamina C. A abóbora é um caso ainda melhor, suas sementes, quase sempre descartadas, tem 28 vezes mais fibras do que o seu interior.

Diante destas informações, a Allianz separou cinco alimentos que podem ser aproveitados em sua totalidade. Veja quais são e como prepará-los.

- Publicidade -

1. Melancia

– Polpa: Pode ser utilizada, como de costume, em sucos e sobremesas.

Semente: Pode ser torrada e, juntamente com outras sementes e casca de ovo, formar uma farofa doce para ser consumida com frutas e sorvete. A semente da melancia é rica em fibras e auxilia no bom funcionamento do intestino.

– Casca: Pode ser utilizada ralada e refogada em recheios salgados. A casca da melancia é proteína, nutriente responsável pela formação dos nossos músculos.

– Entrecasca: Pode ser utilizada para o preparo de cocada. A entrecasca da melancia é rica em potássio, que auxilia no combate às câimbras.


Foto: Harsha K R/Flickr

2. Abacaxi

– Polpa: Pode ser utilizada, como de costume, em sucos e sobremesas.

– Casca: Pode ser fervida (desta água faz-se um chá) e utilizada para o preparo de sucos. Com o bagaço que resta na peneira, é possível fazer um beijinho com coco. A casca do abacaxi é rica em vitamina C, que fortalece o sistema imunológico, e em cálcio, que fortalece os ossos.


Foto: ©iStock/Tracy Tucker

3. Brócolis

– Flores: Utilizadas usualmente em saladas e pratos quentes.

– Talos: Podem ser picados e usados no arroz e aproveitados para dar cor esverdeada a panquecas. São ricos em cálcio, que auxilia na saúde de dentes e ossos.

– Folhas: Podem ser consumidas refogadas e utilizadas em tortas e suflês. São ricas em carotenoides, que previnem o envelhecimento das células.


Foto: ©iStock/BCFC

4. Cenoura

– Polpa: Utilizada usualmente em saladas e pratos quentes.

– Casca: Pode ser utilizada junto à cenoura, ou em bolos e recheios salgados. É rica em potássio, nutriente envolvido no processo de contração muscular.

– Rama: Pode ser utilizada na salada, como salsa, e em bolinhos e tortas. É rica em fibras e possui três vezes mais vitamina C do que a polpa.


Foto: ©iStock/Alusza

5. Beterraba

– Polpa: Utilizada, como de costume, em saladas e pratos quentes.

– Talo: Possui 430 vezes mais cálcio e 42 vezes mais fósforo do que a polpa. Pode ser utilizado em patês, recheios e em pratos doces, como bicho de pé.

– Folha: Pode ser utilizada em saladas, refogada, para fazer charuto, entre outros. É rica em potássio, que, quando diminuído no organismo, leva à fraqueza, à desorientação e à fadiga muscular.

– Casca: Pode ser utilizada juntamente à beterraba, ralada em saladas, e para dar cor às preparações, como panquecas, arroz, gelatina, etc. É super-rica em vitamina C.


Foto: ©iStock/RijayaNita

- Publicidade -

Ao navegar neste site você concorda com a nossa Política de Privacidade e uso de cookies para melhorar a sua experiência.

Ok