- Publicidade -

Conheça as frutas, verduras e legumes do outono

A estação, que é marcada por climas amenos e noites mais frias, traz diversos alimentos para compor a alimentação; confira.

verduras e legumes do outono
Foto: Pixabay
- Publicidade -

É preciso ter atenção especial com a alimentação durante todo o ano, mas em algumas épocas, como outono, o organismo precisa de nutrientes diferenciados e alimentos que reforcem o sistema imunológico contra gripes e resfriados por conta das temperaturas mais baixas desta estação que é marcada por climas amenos e noites mais frias. Quais frutas, verduras e legumes consumir no outono?

Para começar, a dica é eliminar a dieta monocromática e dar mais cor ao cardápio. Isso quer dizer incluir frutas, verduras, legumes e evitar alimentos gordurosos, açucarados e ultraprocessados. Alimentos ultraprocessados, em sua maioria, apresentam muitos aditivos artificiais e uma quantidade muito alta de sódio que pode comprometer a saúde com o tempo.

Foto: Quitanda | Divulgação

O Quitanda, mercado de produtos frescos localizado em Pinheiros, bairro de São Paulo, selecionou alguns alimentos para você incluir na sua compra semanal.

- Publicidade -

O estabelecimento trabalha com um vasto hortifruti, incluindo uma área dedicada aos orgânicos. O cliente ainda encontra uma grande variedade de carnes, peixes, temperos gourmet, produtos de mercearia, veganos, pães, e itens de marca própria, como geleias, molhos, sucos e refeições congeladas.

Confira a seleção de frutas, verduras e legumes do outono para incluir na refeição diária:

Abacate

Foto: Eddie Pipocas | Unsplash

A fruta é repleta de nutrientes, além de ter fibras, potássio, magnésio e vitaminas do complexo B, K e C, ideias para o bom funcionamento do organismo.

O abacate também apresenta um aminoácido chamado triptofano que ajuda na produção de serotonina, responsável pela sensação de bem-estar no corpo.

Laranja

Foto: Sheraz Shaikh | Unsplash

A fruta é rica em vitamina C, cálcio, fósforo e ferro que vai melhorar a imunidade. Os antioxidantes presentes ajudam a diminuir o colesterol, além de bloquear células cancerígenas.

As fibras presentes também auxiliam na diminuição de problemas intestinais.

Caqui

Foto: Jerry Wang | Unsplash

É uma fruta excelente com doses de vitamina A, C e fibras. O caqui também sais minerais como cálcio, ferro e fósforo, magnésio, manganês e zinco.

Em se tratando de saúde, ele é benéfico para a prevenção de doenças cardíacas, controle da pressão arterial, melhora o funcionamento do intestino e da imunidade. 

Banana

Foto: iStock

Muito comum em todo o Brasil, a fruta é um alimento rico em vitaminas do complexo B, como B1, B2, B6 e B12 que auxiliam diretamente no sistema nervoso. 

A presença de ferro estimula a produção de hemoglobina, sendo indicada para o combate de anemia.

Maçã

Foto: iStock

Famosa por diminuir o índice glicêmico, a fruta é rica em fibras solúveis que eliminam impurezas pelo intestino. A florizina, substância encontrada na maçã, protege o fígado contra a ação dos radicais livres, incentivando que ele elimine toxinas e excesso de gordura.

Maracujá

Foto: Michael Kucharski | Unsplash

Protagonista em receitas como mousses, bolos, molhos, geleias, vinagretes e até farofas, o maracujá é repleto de  nutrientes essenciais para a manutenção do organismo, como vitaminas do complexo B, cálcio, ferro, fósforo, sódio e potássio.

A fruta também é conhecida por ter efeito calmante graças à ação de flavonoides e alcaloides que atuam no sistema nervoso central agindo como tranquilizantes, analgésicos e relaxantes musculares, o que também contribui para combater a depressão, ansiedade e distúrbios do sono. 

Inhame

Foto: CC 3.0

O tubérculo tão popular em carboidratos de baixo índice glicêmico e fibras solúveis é uma excelente fonte de vitaminas do complexo B, como vitamina B6, vitamina B1, riboflavina, ácido fólico e niacina.

O inhame também apresenta potássio, ferro, cálcio, fósforo, magnésio e cobre que são minerais importantes para o organismo. 

Gengibre

Foto: The Garden

Ingrediente sempre presente em chás e sucos, a especiaria ajuda a acelerar o metabolismo. Suas propriedades anti-inflamatórias e digestivas, melhoram a limpeza do intestino e a digestão de gorduras, o que facilita o trabalho do fígado.

Espinafre

Foto: iStock

As folhas apresentam boas doses de ferro, cálcio, fósforo, potássio, magnésio, fibras, proteínas, carboidratos, além de vitaminas A, K e B2. O consumo regular contribui para a saúde dos olhos e pode prevenir doenças cardiovasculares.

Para a absorção de todos os minerais, é recomendado ingerir a hortaliça com alimentos ricos em vitamina C, tais como laranja, abacaxi ou acerola. 

Agrião

Foto: Pixabay

De sabor marcante, o agrião é rico em cálcio, ferro, potássio e vitaminas A e C. A vitamina C, aliás, atua na prevenção e combate de problemas respiratórios, resfriados e gripes graças a sua ação expectorante e descongestionante. O alimento pode ser consumido como salada e também usado como complemento em carnes refogadas, sopas e caldos.

Pepino

Foto: Kelly Neil | Unsplash

O pepino não é somente bom pele, ele é rico em vitamina C, B5, potássio, magnésio, folato, fibras e antioxidantes. Composto de 90% de água, o vegetal apresenta 24% de proteína que podem beneficiar os músculos.

Além dos alimentos listados acima, são também frutas, verduras e legumes do outono: abóbora, abobrinha brasileira, ameixa estrangeira, atemoia, batata-doce, berinjela, limão, caqui, cará, carambola, cebola, chuchu, cupuaçu, ervilha-torta, figo, graviola, jiló, kiwi, lima-da-pérsia, louro, mamão, mandioca, mandioquinha, mexerica, milho, pêra, pinhão, pitaya, rabanete, salsa, tangerina, tomate e uva.

Foto: Pixabay

LEIA MAIS:

- Publicidade -

Ao navegar neste site você concorda com a nossa Política de Privacidade e uso de cookies para melhorar a sua experiência.

Ok