- Publicidade -
Início Planeta Meio Ambiente

FUNBIO lança multiplataforma em defesa das Toninhas

A espécie é o golfinho mais ameaçado e um dos menos conhecidos do Brasil

toninhas funbio
Foto: FUNBIO
- Publicidade -

Tímida, pequena e com comportamento discreto, as toninhas são os golfinhos mais ameaçado – e também um dos menos conhecidos – do Brasil. Para chamar atenção para sua importância, o Projeto Conservação da Toninha, apoiado pelo Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (FUNBIO) lança este mês uma ação multiplataforma: um inédito podcast de ficção ambiental e um perfil no Instagram em que a toninha aparece como influenciadora.

“Acreditamos ser muito importante o uso de plataformas contemporâneas, bem como o uso de novas linguagens”

“Por isso pensamos na ficção para o podcast, formato que vem crescendo no país, e assim podermos usar o potencial de informar e envolver um público muito maior no desafio que consiste na conservação da toninha. Ela é uma espécie muito ameaçada e pouco conhecida e, quanto maior a visibilidade, maior sua chance de sobrevivência”, diz Ana Helena Bevilacqua, gerente do projeto no FUNBIO. 

- Publicidade -

No Instagram, a toninha será a influenciadora digital @toninha_pontoporia. A ideia é mostrar que, mesmo invisível para a maioria, sua extinção pode influenciar a vida de todos nós. Celebridades e outros influenciadores digitais serão convidados a postarem vídeos sobre as toninhas. Hoje, acredita-se que haja cerca de 20 mil toninhas no país, espalhadas entre Rio Grande do Sul e Espírito Santo.

Toninhas multimídia

O podcast “Toninhas: a extinção do golfinho invisível” entrou nas plataformas digitais na sexta-feira, dia 30 de outubro, e vai ter um novo episódio a cada semana. Serão 7 ao todo e ao final de cada um deles haverá sempre uma entrevista com especialistas envolvidos no Projeto.

Na história, a atriz Camila Márdila é Barbara, uma jornalista investigativa de uma grande redação em São Paulo que é deslocada para cobrir uma tragédia ambiental em Ubatuba: o aparecimento de 33 carcaças de toninha na beira de uma praia.

A personagem, inicialmente sem ligação alguma com pautas ambientais, aos poucos é convertida para a causa e mergulha nas questões que cercam a toninha. O elenco conta também com Nelson Baskerville, Luisa Micheletti, entre outros nomes. Com roteiro de Luna Grinberg, o podcast tem produção da Mídia Trovão.


O projeto Conservação da Toninha, que começou em 2015, é o maior esforço coordenado já feito no Brasil sobre a espécie. A pesquisa cobre toda a área em que esses golfinhos se encontram no país, do Rio Grande do Sul ao Espírito Santo.

Ao longo destes cinco anos, enorme e inédito conhecimento vem sendo produzido. Informações sobre o tamanho dessa população, sua genética, distribuição pelo nosso litoral e a biologia da espécie são algumas delas. Entre as razões encontradas para a redução de sua população estão a perda de seu habitat, a poluição e sua captura acidental em redes de pesca.

FUNBIO

O Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (FUNBIO) é uma organização da sociedade civil privada, nacional, sem fins lucrativos, que trabalha em parceria com os setores empresarial, governamental, acadêmico e com a sociedade civil para que recursos estratégicos e financeiros sejam destinados a iniciativas efetivas de conservação da biodiversidade.

Desde o início das atividades, em 1996, o FUNBIO já apoiou mais de 300 projetos que beneficiaram mais de 250 instituições em todo o país. Tem extensa experiência na gestão de projetos e de ativos financeiros oriundos da cooperação internacional, de doações do setor privado e de obrigações legais do setor empresarial brasileiro.

O FUNBIO não trabalha com recursos do orçamento público brasileiro. Em 2015, foi acreditado como Agência Implementadora Nacional do GEF e, em 2018, como Agência Implementadora do GCF. Desde 2018, adota as políticas de salvaguardas sociais e ambientais da Corporação Financeira Internacional, IFC.

- Publicidade -

Ao navegar neste site você concorda com a nossa Política de Privacidade e uso de cookies para melhorar a sua experiência.

Ok