- Publicidade -

Usinas solares podem ser um bom habitat para abelhas

Com vegetação adequada, parques solares podem ajudar a proteger e aumentar a população de polinizadores

usinas solares abelhas
Foto: Andres Simon | Unsplash
- Publicidade -

Substituir combustíveis fósseis por fontes de energia renovável é urgente. E, um novo estudo mostrou que além de ajudar a combater as mudanças climáticas, as usinas solares também podem ser uma solução para aumentar a população de abelhas e outros polinizadores, fundamentais para o equilíbrio ecológico e para a nossa segurança alimentar.  

De acordo pesquisadores da Lancaster University, no Reino Unido, as áreas ocupadas pelas usinas solares podem ser usadas como habitats para polinizadores, desde que além dos painéis o local tenha também vegetação adequada.

“Nossas descobertas fornecem a primeira evidência quantitativa de que os parques solares podem ser usados ​​como uma ferramenta de conservação para apoiar e aumentar as populações de polinizadores. Se forem administrados de uma forma que forneça recursos, os parques solares podem se tornar um valioso habitat para as abelhas ”, disse Hollie Blaydes, professor associado e aluno de doutorado da universidade. 

- Publicidade -

“Nossa pesquisa fornece aos proprietários e gerentes de parques solares evidências que sugerem que o fornecimento de recursos florais e de nidificação para abelhas pode ser eficaz.”  

Hollie Blaydes
Foto: Hollie Blaydes

O Reino Unido possui de 14 mil hectares ocupados por usinas solares. Hollie explica que, no Reino Unido, alguns parques solares possuem a vegetação necessária e se tornaram habitat de polinizadores, mas atualmente há pouca compreensão da eficácia dessas intervenções. 

Ao mesmo tempo que as usinas solares são importantes na geração de energia limpa, alguns críticos dizem que esses projetos exigem grandes quantidades de terra. Blaydes observa que os parques solares perturbam apenas cerca de 5% do solo ocupado e que essas áreas podem ter um duplo aproveitamento: geração de energia e criação de novos habitats para polinizadores vulneráveis, cujos números estão diminuindo.

Benefícios para todos

Foto: Andreas Gucklhorn | Unsplash

Os pesquisadores observam que também há benefícios para proprietários de terras que desejam instalar parques solares. Com a transformação das áreas em prados, terrenos cobertos por plantas herbáceas, os custos de manejo da terra para manter a grama e outras intervenções é reduzido. Os prados atraem e servem de habitat para quatro vezes mais abelhas, se comparados com áreas cobertas por grama.

As áreas agrícolas próximas aos parques solares com grande densidade de polinizadores também seriam beneficiadas pela presença destas espécies que se espalham pela região.

Leia também:

21 espécies de plantas que ajudam a salvar abelhas

Curitiba espalha casinhas de abelhas para ter hortas mais produtivas

- Publicidade -

Ao navegar neste site você concorda com a nossa Política de Privacidade e uso de cookies para melhorar a sua experiência.

Ok