- Publicidade -
Início COVID-19

Como fazer mudas com as sementes do que você come

Conexão com a natureza onde você estiver: como transformar as sementes que tem em casa em mudas e bem estar

mudas sementes
- Publicidade -

Estamos enfrentando uma pandemia. O momento é difícil e não é possível negar o risco, a ansiedade, medo e as limitações que fazem parte destes dias. Mas, algumas atividades podem ajudar a tornar este período mais leve, para adultos e crianças.

Entre estas atividades selecionamos a jardinagem, possível em espaços de diferentes tamanhos. Mexer na terra tem efeitos benéficos para a saúde e ajuda a diminuir a ansiedade, o stress e pode ter efeitos antidepressivos. Estar perto do verde é um remédio para o corpo e para a mente.

Não precisamos sair de casa para encontrar um bom começo: parte dos nossos alimentos têm sementes que podem ser transformadas em mudas e, no futuro, em mais alimento. Plantar estas sementes pode ser uma maneira muito interessante de falar sobre a natureza com as crianças da casa e, quem sabe, até uma uma maneira de ensinar algumas matérias escolares como biologia.

- Publicidade -

Com ou sem crianças, sozinho ou em família, fazer brotar as sementes que temos em casa é um caminho trazer mais serenidade e promover uma conexão com a natureza.

“Existem algumas formas de reprodução no reino vegetal e a semeadura é o nome da técnica usada quando transformamos as sementes em mudas”, explica Elis Cristina, arquiteta apaixonada por plantas e proprietária da Soul Verde, empresa de educação ambiental e projetos de jardinagem.

Segundo Elis, a maioria das sementes podem ser cultivadas em qualquer substrato com uma textura solta, que quando apertado entre as mão não vire uma bola maciça, e com pouco nutriente, mas que retenha bem a água. “Não precisa se preocupar em adubar as sementes, pois as mesmas são as partes das plantas com maior reserva de nutrientes, a natureza é sábia!”, ensina ela.

Para quem vai começar a semear a dica é usar o substratos que tem em casa, ou um pouco de terra dos vasos ou canteiros. Lembramos que ficar em casa é a recomendação da Organização Mundial da Saúde para evitar a propagação do vírus Covid-19.

Foto: iStock

Semeadura direta e indireta

Antes de semear, sempre molhe o substrato ou solo. Existem 2 tipos de semeadura, as diretas e indiretas. Na semeadura direta, as sementes não precisam passar pela etapa da sementeira, sendo semeada direto no local onde ficará, no canteiro ou vaso. Neste caso, se a semente for muito pequena, como do alface, por exemplo, pode misturar a terra com um pouco de areia e fazer a semeadura.

“Geralmente coloco no mínimo 2 sementes por berço, assim garanto que pelo menos uma vai britar. Se mais de uma brotar, depois que as plantas etiverem maiores e mais fortes, podemos separá-las”, conta Elis.

A semeadura indireta é feita para plantas que precisam de mais umidade para serem germinadas, principalmente, simulando uma estufa. Quem não tem sementeiras, caixas de ovo, vasos pequenos, o que tiver, mas o recipiente deve ter um furo embaixo, para que o excesso de água saia. Aquela forma de gelo extra pode ser uma boa ideia.

Depois Encha a sementeira com substrato, coloque as sementes sem afundar muito e deixe as sementeira em um ambiente úmido com claridade, mas sem sol direto. Sementes muito pequenas, quase granulada, a semeadura é superficial, para as outras, afunde mais ou menos 1 vez seu tamanho.

Para regar, use de preferencia um borrifador, para não mexer muito a terra e as sementes. Se não possuir um borrifador, regue com delicadeza e pouca água por vez. É importante manter o substrato sempre úmido, molhando até 2 vezes no dia, sem encharcar.

Cobrir o espaço da sementeira com plástico furado ajuda a criar um ambiente similar ao de uma mini estufa e favorece o nascimento da muda.

Foto: iStock

Como plantar as sementes dos alimentos que temos em casa?

A Elis separou algumas instruções para semear alimentos comuns nas nossas casas. Veja quais são as dicas e, que tipo de espaço e cuidados estas plantas vão precisar no futuro.

Mamão

Plante direto em um vaso, mas depois terá que transplantá-lo para local com espaço, longe de tubulações.

Retire as sementes e as lave. Seque em um guardanapo e depois é só plantar direto no vaso onde vai ficar.

Tomate

Retire as sementes, tire o excesso de polpa com um guardanapo, e plante em sementeiras ou em um vaso menor. Em cada buraquinho da sementeira, coloque sementes juntas.

Depois que a muda estiver com 4 folhas, plante no local onde a planta possa pegar sol pelo menos 4 horas por dia, e coloque uma haste para que ela se apoie.

Pêssego

Ele é uma árvore, então tenha em mente que depois que se desenvolver, esta planta vai precisar de bastante espaço. Pode plantar primeiramente em um vaso e quando a muda estiver pequena para o vaso, faça o transplante para o solo.

Retire o caroço, limpe-o e delicadamente, quebre com um martelo essa casca dura e retire a semente de dentro. Plante direto no vaso, ou no solo, mas sem afundar a semente. Algumas pessoas usam uma técnica de geminação que consite em deixar esta semente em um guardanapo úmido na geladeira por volta de 3 semanas, até germinar e depois planta no vaso ou no solo.

Abacate

É uma árvore de grande porte que pode ser cultivada inicialmente em vasos, mas chegará um momento que terá que ser transplantada para o solo. Para isso escolha locais com muito espaço – o mais indicado são sítios. O plantio em praças e calçadas, por melhor que sejam as intenções de quem planta, pode trazer um impacto negativo para o local.  

Pegue o caroço e o lave. Depois retire a casca de leve que tem por cima da semente e, em vaso menor, coloque a semente com a parte mais plana para baixo no sbstrato, afundando um pouquinho, mas sem cobrir. Regue e mantenha o substrato sempre úmido.

Outra alternativa é furar a semente com palitos de dente e deixar em contato com a água na posição correta até que comece a brotar. Depois que a muda e as raízes estiverem bem desenvolvidas, a planta pode ser transferida para um vaso.

Manga

Também se trata de uma grande árvore e por isso é preciso ter os mesmo cuidados que temos em relação ao abacate. Retire o caroço, limpe-o. Com muito cuidado, use uma faca para abrir a casca e tirar a semente.

Plante a semente deitada em um vaso, ou diretamente no solo, fazendo um pequeno buraco, 1 vez o seu tamanho deitada. Cubra com substrato e regue.

Caqui

É uma árvore de grande porte, mas pode ser mantida em vasos de 30 ou 40 litros com poda. Caso contrário, valem as mesmas orientações do abacate e manga. Para quem pretende ter esta árvore no quintal ou sítio, um aviso: os frutos deles caem e explodem se não forem colhidos.

Retire a semente, limpe, seque bem e coloque no vaso com substrato. Faça um buraco 1 vez o seu tamanho deitada, cubra com substrato e regue novamente. A árvore demora no mínimo uns 3 anos para produzir fruto, mas depois dá fruto por muito tempo.

Limão Cravo

Ótima opção de frutífera pra plantar em vasos, de 30 a 40 litros no mínimo, e manter em varandas.

Tire as sementes e coloque em um recipiente com água. As sementes que boiarem, descarte. Pegue as que afundaram e seque em papel.

Use recipientes, sementeiras, ou o que tiver,  com o substrato, faça um buraco 1 vez seu tamanho, coloque 2 sementes, e cubra com substrato. Regue novamente.

Uva

Uma bela trepadeira, ótima opção para um pérgola ou até para colocar no beiral da sua varanda. Precisa de local com muito sol, e onde ela possa se apoiar.

Retire as sementes, limpe a polpa e lave, seque bem com guardanapo. Use a sementeira ou afins, coloque 2 sementes por buraquinho, do tamanho 1 vez dela, cubra com o substrato e regue novamente. No início, tutore a muda com um palito ou haste de madeira.

Melancia

É uma planta rasteira. Pelo seu tamanho o recomendado é plantar em canteiros. Pode ser plantada em vaso, mas estes precisam ter no mínimo 60cm de diâmetro e uma estrutura vertical forte para a planta se agarrar.

Retire as sementes com uma faca, e coloque na sementeira, deitadas, com a profundidade de 1 x seu tamanho, cubra com o substrato e regue novamente.

Melão

O melão também é rasteiro e pode ser cultivado em vasos nas mesmas condições que a melancia. Retire as sementes, as lavem, retire a película que envolve a semente, com cuidado para não quebrar a pontinha mais fina da semente, de onde germinará a muda. Coloque a semente sobre o substrato, afundando de leve a pontinha fina, mas sem cobrir com substrato, e regue novamente .

Morango

Ótima opção para se ter em casa e até varandas, precisando de um lugar onde pega sol, pelo menos 4 horas por dia. Ele se desenvolve muito bem, suas folhas são bonitas forrações.

Retire com uma pinça ou com a mão as sementes, pegue essas sementes e espalhe por um guardanapo úmido, as cobrindo com outro guardanapo úmido. Coloque na geladeira por 1 semana, ou até germinarem. Quando aparecerem umas pequenas folhas pode transferir para o vaso.

Compartilhe com a gente seu plantio e ideias para jardinagem doméstica. Marque o CicloVivo (@ciclovivo) nas suas postagens no Instagram e Facebook e use as #Sementes #PorUmMundoMelhor. Vamos divulgar e criar uma rede de inspiração.

Dúvidas ou sugestões de outras sementes que podem ser cultivadas a partir dos alimentos? Participe das lives que a Elis está fazendo no Instagram da Soul Verde (@soulverde) com dicas de jardinagem

- Publicidade -

Ao navegar neste site você concorda com a nossa Política de Privacidade e uso de cookies para melhorar a sua experiência.

Ok
Sair da versão mobile