- Publicidade -
Início COVID-19

#SomenteUnidos: campanha da ONU defende acesso às vacinas e medidas de prevenção

Todos podem participar da campanha postando uma foto usando máscara nas redes sociais para aumentar a conscientização

campnha onu #somenteunidos máscaras
Você pode fazer parte da campanha #SomenteUnidos da ONU postando uma foto com máscara nas suas redes sociais. Foto: United Nations Covid Response | Unsplash
- Publicidade -

Liderada pela Organização das Nações Unidas (ONU), a campanha #SomenteUnidos defende a urgência do acesso justo e equitativo das vacinas contra a COVID-19 para todos, além de reforçar a importância das medidas de prevenção contra a doença.

Lançada 11 de março de 2021, um ano depois do início da pandemia, a campanha faz parte da iniciativa global Verificado que combate a desinformação em meio à pandemia e ajuda a compartilhar informações que salvam vidas e orientações baseadas em fatos e histórias de solidariedade global em torno da COVID-19.

Como participar?

O público é parte atuante da campanha e pode participar postando em suas redes sociais uma foto usando máscara, para reforçar a importância de atitudes individuais na prevenção da doença e combate à pandemia. A legenda sugerida para a foto também faz parte da campanha:

- Publicidade -

Faz um ano que estamos vivendo uma pandemia mundial. Apenas quando todos tiverem acesso às vacinas isso terá fim. Até lá, precisamos nos unir e manter todas as medidas de prevenção: usar máscara, manter o distanciamento social e higienizar as mãos. #SomenteUnidos vamos sair dessa! Participe dessa campanha com a @onubrasil e #MostreSuaMascara.

Foto: Divulgação | #SomenteUnidos ONU

A ideia é que as pessoas influenciem diretamente seus amigos e familiares e ajudem a criar uma onda global de consciência sobre a necessidade do uso de máscaras e outras medidas de prevenção como higienizar sempre as mãos e manter o isolamento social.

O combate à pandemia do coronavírus só será bem-sucedido se todas as pessoas, de todas as nações, tiverem acesso às vacinas.

“Usar a máscara, manter distanciamento social, respeitar esses limites de convivência presencial são as ferramentas que temos até que todos estejam vacinados”, alerta afirma Kimberly Mann, diretora do Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil (UNIC Rio), que coordena o projeto Verificado no Brasil.  

Pessoas de todo o mundo são convidadas a participar da campanha #SomenteUnidos para ajudar na conscientização sobre a importância do uso de máscaras e medidas preventivas. Foto: Julian Wan | Unsplash

“Enquanto não temos vacinas para todos, é fundamental mantermos os cuidados de prevenção.”  

Kimberly Mann, diretora do Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil

Pessoas estão morrendo

Mais de 2,5 milhões de pessoas em todo o mundo morreram de COVID-19, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS). No Brasil, mais de 270 mil pessoas já morreram da doença, e 4,32 milhões de pessoas já receberam ao menos uma dose de vacina, segundo dados do consórcio brasileiro de veículos de imprensa.

As vacinas contra a COVID-19 evitam a morte de pessoas, o surgimento de novas variantes e dão a oportunidade de retomada das economias dos países. Em todo o mundo, milhões de doses estão sendo distribuídas por meio dos esforços do COVAX, colaboração global coordenada pela ONU para incrementar o desenvolvimento, a produção e o acesso equitativo a testes, tratamentos e vacinas contra a COVID-19.

A OMS informou que inicialmente essas doses cobrirão apenas profissionais de saúde e as populações mais vulneráveis. Até o final de 2021, o COVAX pretende oferecer vacinas a quase 30% da população de cada país participante. Esse progresso é pequeno em comparação com os dez países ricos, que possuem quase 80% de todas as vacinas contra a COVID-19.

Participante do COVAX, o Brasil optou por receber um volume de doses equivalente a 10% de sua população, cerca de 42,5 milhões de doses, de acordo com dados do Ministério da Saúde.

- Publicidade -
Sair da versão mobile