- Publicidade -
Início COVID-19

#ForaGarimpoForaCovid – campanha pela retirada de garimpeiros da Terra Yanomami

Invasores são vetor de contaminação de povos vulneráveis - campanha inclui petição pública e canais para pressionar autoridades.

- Publicidade -

Lideranças dos povos indígenas Yanomami e Ye’kwana lançaram na terça-feira, dia 2 de junho, uma campanha para que o governo federal retire os mais de 20 garimpeiros que estão em seu território. A campanha #ForaGarimpoForaCovid conta com um filme, monitoramento de casos e uma petição pública para pressionar as autoridades federais.

A iniciativa do Fórum de Lideranças Yoanomami e Ye’kwana pede a imediata desintrusão dos garimpeiros da Terra Indígena Yanomami localizada nos Estados de Roraima e Amazonas.

“Nós, Yanomami, não queremos morrer. Ajude-nos a resistir
Foto: Claudia Andujar

A presença dos garimpeiros é uma grave ameaça aos indígenas e o pedido pela sua retirada é um pedido de socorro, pela sobrevivência. A história recente dos Yanomami é marcada pela disseminação de doenças por invasores.

- Publicidade -

Os garimpeiros são vetores de contaminação do novo coronavírus e a sua presença, além de ilegal e prejudicial ao meio ambiente, é uma grave ameaça de contaminação em massa de uma população já bastante vulnerável.

Segundo o Instituto Socioambiental (ISA), a abertura de estradas e corridas por ouro nas décadas de 70 e 80 causaram a morte de 13% da população Yanomami por doenças como sarampo e malária – memória de dor que muitos índios mais velhos ainda carregam.

Xawara – doença trazida pelo homem branco

Yanomami sobreviventes do massacre de Haximu, na Amazônia venezuelana, seguram as cinzas de parentes assassinados por 22 garimpeiros brasileiros (1993).
Foto: Carlo Zacquini

“Estamos acompanhando a doença Covid-19 na nossa terra e muito tristes com as primeiras mortes dos Yanomami. Nossos xamâs estão trabalhando sem parar contra a xawara (palavra yanomami para doenças trazidas pelo homem branco)”, conta Dario Kopenawa Yanomami, jovem líder e vice-presidente da Hutukara Associação Yanomami. Dario é filho de Davi Kopenawa, um doas mais conhecidos xamâs da Amazônia, e garante que seu povo vai lutar e resistir.

“Precisamos do apoio do povo brasileiro e das pessoas do mundo todo”, avisa o jovem líder. Este recado é passado para a sociedade brasileira em um filme criado pela agência Wieden+ Kennedy, com imagens históricas das aldeias indígenasimpactadas por outras pandemias nas décadas de 70, 80 e 90.

A petição da campanha #ForaGarimpoForaCovid vai ser entregue às autoridades do Legislativo, Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados; Davi Alcolumbre, presidente do Senado Federal; Eduardo Fortunato Bin, presidente do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA); Fernando Azevedo, ministro da Defesa e Forças Armadas; André Mendonça, ministro da Justiça e Segurança Pública; e General Hamilton Mourão, vice-presidente da República.

Para assinar, clique aqui.

Alerta de genocídio

Caso os garimpeiros não sejam retirados da Terra Indígena Yanomami, estas autoridades podem entrar para a história como responsáveis pelo genocídio dos Yanomami.

Na página da campanha, além da petição, estão outros caminhos para pressionar as autoridades, como mensagens diretas, postagens que podem ser  compartilhadas nas redes sociais e canais para acompanhar a situação do avanço da pandemia na Terra Yanomami e da presença de invasores.

Dario Kopenawa Yanomami abriu o seu perfil no Twitter para que este seja mais um canal de informação e mobilização de apoiadores para a campanha.

Dário Vitório Kopenawa Yanomami, durante filmagens
da campanha do ISA #PovosDaFloresta
Foto: André Villas-Bôas |ISA

#ForaGarimpoForaCovid

A campanha conta com o apoio da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib), Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (COIAB), Instituto Socioambiental (ISA), Survival International, Greenpeace BrasilConectas Direitos HumanosAnistia InternacionalRede de Cooperação Amazônica (RCA)Instituto Igarapé, Fundação Rainforest US e Fundação Rainforest Noruega.

#ForaGarimpoForaCovid é uma iniciativa do Fórum de liderança Yanomami e Ye’kwana e da Hutukara Associação Yanomami (HAY), Associação Wanasseduume Ye’kwana (SEDUUME), Associação das Mulheres Yanomami Kumirayoma 9AMYK), Texoli Associação Ninam do Estado de Roraima (TANER), Associação Yanomami de Rio Cauaburis e Afluentes (AYRCA).

- Publicidade -

Ao navegar neste site você concorda com a nossa Política de Privacidade e uso de cookies para melhorar a sua experiência.

Ok