Um projeto do SESC transformou em um piano gigante a escadaria da estação Osasco, da Linha 8-Diamante da CPTM, em São Paulo. Cada um dos 22 degraus dos dois primeiros lances de escada corresponde a uma tecla do instrumento, que emite uma nota musical diferente quando pisada pelos usuários.

A intervenção artística foi instalada nesta terça-feira (8), e o objetivo dos idealizadores do projeto não é só alterar a paisagem do terminal ferroviário, mas, principalmente, incentivar as pessoas a recusarem o sedentarismo de maneira lúdica, convidando-as a abandonar as escadas rolantes e optarem pela escadaria fixa.

De acordo com os responsáveis pelo projeto, é possível criar melodias com os pés. Assim, a identificação com a música pode ser um meio de interação entre os usuários dos trens.  Os idealizadores do projeto afirmam que é possível até mesmo tocar obras de música clássica, se todos os passos estiverem coordenados.

A escada piano é uma obra que faz parte do projeto SESC Verão 2013, realizado pela própria entidade. A atração ficará instalada até o dia 24 de fevereiro, uma vez que o sistema de som pode ser removido. Em média, 120 mil usuários da CPTM circulam diariamente pela Estação Osasco.

Esta é a primeira vez que a intervenção artística aparece em São Paulo, mas a escada piano já foi montada em outros lugares. Em 2009, uma estrutura parecida foi instalada em uma estação de metrô em Estocolmo, na Suécia. Por lá, o instrumento de degraus fez tanto sucesso, que mais da metade dos usuários do trem optaram por usar a escadaria fixa no lugar das rolantes, e muitos até gravaram vídeos das músicas que eles mesmos tocaram no piano gigante.

Veja no vídeo abaixo como funciona a escada piano:

Redação CicloVivo

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.