Dan Erickson criador do site Hip Diggs se intitula como um minimalista moderado. Ele encontrou o que chama de “paz entre os extremos”. Após muito se questionar sobre a quantidade de itens que possuía, em comparação aos demais minimalistas que conhecia, ele finalmente encontrou o meio termo e se diz feliz com a descoberta.

“Parece que quando fazemos algo em excesso, em vez de encontrar a paz, encontramos insatisfação”, afirma Erickson. Ele, por exemplo, é contra a ideia de possuir apenas itens necessários na casa. “Talvez eu não tenha convidados todos os dias, mas quero estar preparado quando tiver”. Ele também se arrepende de algumas coisas que doou.

“Todos nós precisamos de algumas ferramentas básicas e alguns pratos extras. Se você mora em clima frio, talvez seja necessário mais roupas de inverno e alguns cobertores a mais. Tenha cuidado para não deixar de lado as coisas que você precisa. Você acabará comprando tudo novamente”, ressalta ele.

Para Erickson, minimalismo é sobre encontrar a paz e ele ensina cada um a encontrar sua própria fórmula baseado nos seguintes parâmetros:

– Pergunte antes de comprar: Você realmente precisa do item ou já possui algo que realiza a mesma função?

– Desapegue regularmente: faça questão de sempre questionar criticamente o que você possui. Você realmente precisa de tudo?

– Pergunte antes de doar: Você está certo de que nunca mais precisará deste item? Devemos estar dispostos a doar ou vender o que não achamos úteis, mas reflita um pouco ou terá chances de ter que comprar um item novo que na verdade você tinha em casa.

– Diga não à desordem: Limite a quantidade de coisas que você mantém em qualquer quarto, armário ou gaveta.

– Sobre tempo e dinheiro: Escolha conscientemente seus gastos com tempo e dinheiro.

Sua defesa pelo equilíbrio garante que o minimalista poderá viver em paz com suas decisões mesmo à longo prazo. Veja outras dicas dele aqui e aqui.

Redação CicloVivo

Jornalista, social media e aparelhada para gostar de passarinhos. Tem interesse por mais assuntos do que é capaz de acompanhar. Aqui escreve sobre infinitas possibilidades de tornar o mundo um pouquinho melhor.