Todo ano, desde 2004, a organização ambiental norte-americana EWG divulga um Guia do Comprador com a lista dos doze alimentos (frutas e vegetais) mais contaminados por agrotóxicos dos Estados Unidos. Neste ano, a pesquisa novamente revelou que o morango segue no topo, como o mais contaminado por agrotóxicos, seguido pelo espinafre, nectarina e maça.

A pesquisa analisou dados do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) que descobriu que quase 70% das amostras de produtos cultivados convencionalmente estavam contaminados com resíduos de pesticidas. Os testes encontraram um total de 230 pesticidas diferentes. A análise do EWG dos testes mostra que existem diferenças gritantes entre os vários tipos de produtos.

O guia do consumidor classifica a contaminação por inseticidas em 48 frutas e vegetais populares e baseia-se nos resultados de mais de 35.200 amostras de produtos testados pelo USDA. As amostras são testadas para pesticidas depois de terem sido preparadas para serem consumidas. Isto significa que o produto é completamente lavado e, quando aplicável, descascado. Após estas preparações, os resíduos de pesticidas ainda são detectados em muitas das frutas e verduras.

Mais de 98% das amostras de morangos, pêssegos, batatas, nectarinas, cerejas e maçãs apresentaram resultado positivo para resíduos de pelo menos um pesticida. As amostras de espinafre tinham, em média, quase o dobro de resíduos de pesticidas por peso em comparação com qualquer outra cultura.

Veja a lista dos 12 alimentos mais contaminados:

  1. Morango
  2. Espinafre
  3. Nectarina
  4. Maça
  5. Uva
  6. Pêssego
  7. Cereja
  8. Pera
  9. Tomate
  10. Salsão (Aipo)
  11. Batata
  12. Mini-pimentão verde

Os riscos da ingestão de agrotóxico

“É de vital importância que todos comam muitos produtos, mas também é prudente evitar a exposição a pesticidas tóxicos, desde a concepção até a infância”, disse Sonya Lunder, analista sênior do EWG.

Lunder aconselha que alimentos desta lista sejam substituídos por orgânicos, já que pesquisas apontam que estudos recentes relacionam o consumo de pesticidas até mesmo com a infertilidade e aborto em mulheres.

A organização que representa 66 mil pediatras do país, também recomenda que os pais consultem o Guia do Comprador do EWG para ajudar a reduzir a ingestão de pesticidas de seus filhos.

O cenário no Brasil

Apesar de consumirmos muitos dos alimentos da lista norte-americana, é importante frisar que no Brasil, por termos legislações menos rígidas quanto ao uso de agrotóxico, os dados acabam sendo bem diferentes. O Brasil hoje lidera o uso de agrotóxicos no mundo. Todo ano a Anvisa divulga uma lista com as frutas e vegetais mais contaminados no Brasil (veja aqui a de 2016). Um estudo também identificou quais são os agrotóxicos mais frequentes nos alimentos consumidos no Brasil.

No site da EWG é possível ter mais detalhes sobre o estudo. A organização também listou os 15 alimentos mais limpos dos EUA no cultivo convencional.

Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.