Se a limpeza da sua casa sempre esbarra numa quantidade de papéis esquecidos nos cantos, dentro de gavetas e bolsas, as dicas abaixo são para você. A primeira regra para gerar menos lixo – qualquer um deles -, é não levá-los para casa. Mas, isso precisa se tornar um hábito. Confira abaixo quatro maneiras de começar a fazer isso.

Rejeite comprovantes

É realmente necessário ter o comprovante de 8 reais gastos na padaria? Muitas vezes nem queremos, mas esquecemos de avisar o atendente e quando se dá conta já está com a segunda via na mão. Quando estiver numa fila para pagar um produto, vá repetindo mentalmente “não precisa da segunda via”. Parece bobo, mas aos poucos você vai aprender a rejeitar comprovantes desnecessários automaticamente até que aquilo se torne um hábito. Há também, às vezes, há opção de deixar a nota fiscal dentro de uma caixa para doação social dentro do próprio estabelecimento.

Cadastre contas digitais

Hoje fazemos tudo online, então para que desperdiçar papel e transporte de correios para receber suas contas em casa? Faça o cadastro de contas digitais, coloque as que puder em débito automático e se livre da montanha de papéis em pastas. E não se preocupe quanto aos comprovantes, eles podem ser guardados também online.

Dispense folhetos promocionais

Quantas vezes você já pegou um folheto, levou para casa e deixou em um canto? A dica é: quer saber das promoções? Leia o folheto dentro do próprio estabelecimento. Seja no supermercado ou na farmácia, é possível fazer uma rápida leitura dinâmica ali mesmo e já verificar se há algo interessante.

Evite pegar flyers na rua

É quase impossível andar nas ruas e não voltar com um papel promocional de óticas, programas de emagrecimento ou a cartela de algum fast food. Mas, resista. Não precisa desviar das pessoas que entregam os folhetos, afinal este é o trabalho delas (e, geralmente, mal remunerado por sinal). Ainda assim, educamente, você pode agradecer e dispensar o material.

Doe

Alguns tipos de papéis são úteis por um período limitado na vida. É o caso de apostilas e livros escolares. Mas, aquele mesmo material pode ser útil para outra pessoa. Então, não tenha pena de se desfazer deles doando para quem precisa. Além de se livrar dos “entulhos” você ainda faz uma boa ação.

Redação CicloVivo  

 

Jornalista, social media e aparelhada para gostar de passarinhos. Tem interesse por mais assuntos do que é capaz de acompanhar. Aqui escreve sobre infinitas possibilidades de tornar o mundo um pouquinho melhor.