O horário de verão chegou ao fim no último sábado (20), mas não é por isso que você vai deixar de economizar energia nos dias em que o sol se põe mais cedo. O CicloVivo separou algumas dicas para quem está afim de ajudar o planeta e ainda poupar um dinheiro no final do mês.

1. Assalte menos a geladeira

Aproveite o fim do horário de verão como uma boa desculpa para assaltar menos a geladeira – isso porque o eletrodoméstico usa um termostato para manter sua temperatura equilibrada, e, se você abre ou fecha muito a porta, o regulador passa mais tempo ativado e o consumo é maior. A solução, neste caso, é tirar de uma só vez todos os alimentos que serão consumidos durante a refeição e evitar os “assaltos” durante a madrugada.

Se a sua geladeira estiver velha, verifique a vedação da borracha da porta e fique atento na hora de comprar um novo refrigerador: escolha sempre aqueles que possuem o selo Procel de Economia de Energia, o qual certifica os eletrodomésticos que obedecem às normas de economia de eletricidade.

2. Controle o tempo do banho

Não é porque o horário de verão chegou ao fim que os dias quentes também acabaram. Portanto, continue deixando a chave do chuveiro no modo verão e arrisque um banho gelado nos dias de calor – a água fria estimula todos os órgãos do corpo e ainda aumenta a autoestima.

Outra dica importante para contribuir com o planeta é diminuir o tempo do banho, ficando debaixo do chuveiro por, no máximo, dez minutos. Interromper a ducha na hora de ensaboar o corpo também é uma boa pedida, que reduz bastante o gasto de água.

3. Apague as luzes

Uma das maneiras mais práticas de economizar energia em casa é apagar as luzes dos cômodos que estão vazios e não deixá-las acesas antes do por do sol. Além de não demandar esforços, a atitude poupa um bom dinheiro no final do mês, já que as lâmpadas consomem mais de 50kWh a cada trinta dias.

Também vale lembrar que as lâmpadas incandescentes devem dar lugar às fluorescentes ou às LEDs, que, apesar de mais caras, economizam mais energia, duram por mais tempo e são menos prejudiciais ao meio ambiente.

4. Fique de olho no computador

Para ser sustentável, não é preciso deixar de usar o computador. No entanto, fique de olho no tempo em que o monitor permanece ligado e verifique a atividade da CPU, que consome a maior parte da eletricidade. Se você for ficar mais de duas horas afastado da máquina, a melhor saída é desligá-la.

Se for sair da frente do computador por pouco tempo, feche os programas que não estão em uso, deixe-o no modo de descanso e desligue o monitor. Ao fazer isto, a CPU ficará menos sobrecarregada e a velocidade da máquina poderá ser maior.

Além disso, com o monitor desligado, é possível economizar mais energia.  Fique esperto também com o notebook, já que o carregador tem a mesma potência de uma lâmpada incandescente (60W). Sendo assim, evite deixar o gadget na tomada o dia inteiro.

5. Cuidado com a TV

Pode parecer bobagem, mas a TV desperdiça muita eletricidade. Para reverter a situação, basta desligar o aparelho enquanto ninguém estiver assistindo à programação. Nunca deixe a televisão falando sozinha enquanto você está no banho e evite dormir com a TV ligada.

Se você tem uma televisão de tubo de 29 polegadas (daquelas que possuem uma “caixa” atrás da tela), saiba que ela consome o dobro de energia das TVs de LED de 32 polegadas. Com informações da Galileu.

Redação CicloVivo