A fundação suíça Green Cross estima que 200 milhões de pessoas estão em contato preocupante com a poluição ambiental. Para alertar a população mundial, o órgão listou em um relatório os lugares onde a situação é pior.

Tais pessoas vivem em áreas em que o solo é contaminado por metais pesados, há lixo químico espalhado no ar e resíduos eletrônicos tóxicos nos rios. Veja abaixo os dez lugares mais alarmantes, de acordo com o documento "Meio Ambiente Tóxico”, divulgado pela publicação alemã Deutsche Welle.

– Depósito de lixo de Agbogbloshie, em Gana


Lantus/cc

Considerado o segundo maior depósito de lixo da África Ocidental, a área é localizado em Agbogbloshie, na cidade ganense de Acra. Ali se encontra diversos materiais eletrônicos descartados e é realizada a queima de fios metálicos, liberando chumbo. Segundo o relatório, o local é um dos mais poluídos do planeta.

– Rio Citarum, na Indonésia


Georg Friedrich Johannes/cc

Neste rio, a água é mil vezes mais poluída do que água potável, além de conter quantidades absurdas de alumínio e ferro. A área recebe o despejo de resíduos industriais de, pelo menos, duas mil fábricas. Para piorar, abastece milhões de pessoas nas regiões por onde passa.

– Centro industrial de Dzerzhinsk, na Rússia


Remulazz/cc

Este é um dos centros industriais químicos mais importantes do mundo. De 1930 a 1998, estima-se que 300 mil toneladas de lixo químico não foram devidamente depositadas na área, ou seja, as substâncias poluíram excessivamente o lençol freático e o ar. O resultado de tudo isso é que na região, a expectativa de vida é de 47 anos entre as mulheres, enquanto entre os homens é de 42 anos.

– Usina nuclear de Chernobil, na Ucrânia


Stefan Kühn/cc

Palco do maior acidente nuclear da história, o solo é contaminado e coloca em risco a produção de alimentos. A situação é tão ruim que não há moradores a menos de 30 quilômetros de distância da região.

– Curtumes de Hazaribagh, em Bangladesh


Rio Dhaka – Jubair/cc

Aplicando técnicas antigas e ineficazes, as fábricas de curtumes despejam, aproximadamente, 22 mil litros de resíduos tóxicos por dia no rio Buriganga. O canal é a principal fonte de abastecimento de água de Dhaka e a consequência é que muitos moradores sofrem de doenças de pele causadas pelo material cancerígeno.

Para ver a seleção dos dez lugares mais poluídos, clique aqui.

Redação CicloVivo

Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.