Dados de 2015 mostram que pelo menos 8 milhões de toneladas de plástico são despejadas nos oceanos anualmente, e, seguindo esse ritmo, a estimativa é que em 2050 haja mais peso em plástico do que em peixes nos mares.

Pensando nessas informações alarmantes, a empresa social britânica Choose Water desenvolveu uma garrafa de água totalmente livre de plástico e cem por cento biodegradável. O material utilizado para a produção do utensílio é natural, sustentável e não tóxico, à base de papel reciclado.

Para garantir a funcionalidade do produto, foi desenvolvido um forro impermeável que permite o armazenamento de água na garrafa que tem o exterior constituído de papel.

A fórmula de produção do material da garrafa é secreta e complexa, e demorou seis meses para ser desenvolvido e outros seis para ser aprimorado. Apesar de manter em segredo o processo de produção, a Choose Water garante que o material não tem plástico em sua composição, o que permite que o descarte da garrafa não cause danos ao meio ambiente, já que a decomposição do material demora de duas a três semanas, tanto em terra quanto no mar.

Empresa social

A Choose Water foi montada como uma empresa de iniciativa social, que comercializava água engarrafada para levantar fundos para projetos de caridade que possibilitavam o acesso a água potável às populações que necessitavam. Foi assim que surgiu a parceria com a Water For Africa (Água Para África), uma organização com base no Reino Unido e em Gâmbia que dá suporte a projetos que providenciam água para populações africanas.

Em função dessa parceria, todo lucro arrecadado pela venda dos produtos Choose Water é revestido em fundos para a Water For Africa. Alfinetes, camisetas, sacolas reutilizáveis e ingressos para festa de lançamento são alguns dos produtos que a empresa comercializa, além das próprias garrafas sem plástico. Com isso, o objetivo é conseguir expandir a comercialização das garrafas e salvar os oceanos uma garrafa por vez, enquanto cumpre um papel social.

Emily Santos é aluna de Jornalismo, tem paixão por animais, pela natureza e por livros. Caçula de seis irmãos, criada na Bahia, ela retornou à metrópole paulistana para cursar faculdade e descobrir novos horizontes.