A cidade de Teresina vai ganhar uma unidade da empresa Centro Energias, especializada na fabricação de placas para a produção de energia solar. O projeto para a instalação da indústria foi apresentado na última semana ao prefeito Firmino Filho durante encontro com o empresário italiano Paolo Roncari. A reunião serviu para a apresentação do projeto de construção das instalações e para a solicitação de incentivos fiscais.

“Teresina está aberta aos novos investidores que acreditam na força de trabalho de nossa gente. A instalação de uma indústria que trabalha também para a proteção do meio ambiente é uma iniciativa que merece integral apoio do Município”, destacou o prefeito Firmino Filho.

O empresário Paolo Roncari explicou que a meta é iniciar as obras de instalação em junho e o início da operação da indústria está previsto para dezembro de 2017. Ao todo serão investidos R$ 10 milhões para a produção de cinco megawatts de energia. Serão gerados 60 empregos diretos e mais de 300 empregos indiretos.

O secretário de Mineração do Piauí, Luis Coelho, informou que a empresa já está investindo em uma unidade de energia solar no município de Ribeira do Piauí. A meta é criar uma lei de incentivos fiscais específica para o setor, a exemplo do que já existe na cidade de Palmas, no Tocantins, a Palmas Solar.

Com informações do Governo do Piauí

Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.