Na Europa é bastante comum esbarrar com fontes de água pela rua. E essa a aposta do do prefeito de Londres (Inglaterra), Sadiq Khan, que planeja instalar vários pontos de bebedouros em toda a capital, além de estações para encher a garrafinha.

“O prefeito quer ver uma redução na quantidade de garrafas e copos de plástico e pediu aos oficiais da Câmara Municipal que examinem a viabilidade de um esquema piloto de abastecimento de água”, disse um porta-voz da gestão. A medida ainda incentivará os comércios a disponibilizarem água da torneira para as pessoas.

Segundo o The Guardian, as fontes de água potável gratuitas serão fornecidas em locais públicos, como parques e onde há mais circulação de pedestres.

O mesmo jornal, em matéria lançada neste ano, afirmou que o mundo agora compra um milhão de garrafas de plástico por minuto. O dado é baseado em uma pesquisa de mercado da Euromonitor, que o Guardian teve acesso com exclusividade. Segundo o estudo, a China é responsável pela maior parte do aumento da produção de água engarrafada. No ano passado, consumiu 73,8 bilhões de garrafas, mais de 5 bilhões em relação a 2015.

Redação CicloVivo