Inicio Desenvolvimento “Veículos a diesel devem desaparecer antes do esperado”, afirma Comissária Europeia

Desenvolvimento

“Veículos a diesel devem desaparecer antes do esperado”, afirma Comissária Europeia

Parlamento europeu aprovou projeto de lei que endurece limites de emissão de poluentes.

6 de abril de 2017 • Atualizado às 16 : 08
“Veículos a diesel devem desaparecer antes do esperado”, afirma Comissária Europeia

Espera-se com norma acabar com acordos e fraudes entre montadoras e controladores. |Foto: iStock |

589
0

Na mesma semana em que se anuncia que a companhia de carros elétricos Tesla é a segunda fabricante de automóveis mais valiosa nos Estados Unidos, a Comissária Europeia dos Transportes Elzbieta Bienkowska faz uma declaração contudente sobre a morte desta opção de combustível.

A afirmativa de Elzbieta foi dada em meio a aprovação do Parlamento Europeu de regras mais rígidas para veículos poluidores. A nova regulamentação fixa multa de até 30 mil euros para automóveis que ultrapassem os limites legais de emissões. A intenção é impedir que os fabricantes vendam carros que produzam muito mais poluição do que os detectados em testes oficiais.

“O Diesel não desaparecerá de um dia para o outro, mas estou convencida que desaparecerão muito mais rapidamente do que podemos imaginar”, afirmou a Comissária, segundo o The Guardian. A medida ainda é um projeto de lei e se aprovada os fabricantes terão que pagar a centros criados pelos governos nacionais para realizar os testes de emissão de poluentes – atualmente, isso é feito por institutos independentes.

Espera-se com norma acabar com acordos e fraudes entre montadoras e controladores, evitando inclusive novos escandâlos como o caso do Dieselgate da Volkswagen. Ainda assim, ambientalistas criticaram a solução, uma vez que políticos também estão suscetíveis a cederem às multinacionais de automóveis.

O caminho para o uso de combustíveis menos ofensivos à saúde humana é do planeta não tem mais volta. Vale lembrar que durante a Cúpula de Prefeitos do C40, realizada no fim do ano passado, as capitais de Atenas, Paris, Madrid e Cidade do México se comprometeram a remover os veículos a diesel até 2025 (veja aqui).

(589)

logo
Fechar
Abrir
logo