Inicio Cidadania Programa municipal leva composteiras a escolas públicas em Santo André

Cidadania

Programa municipal leva composteiras a escolas públicas em Santo André

Atualmente, 62 instituições estão participando do programa, que tem de contribuir com a coleta seletiva e educação.

28 de abril de 2016 • Atualizado às 12 : 04
Programa municipal leva composteiras a escolas públicas em Santo André

Foto: iStock by Getty Images

11.24K
0

Uma parceria entre o Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André (SP) e o Instituto Cresce Brasil (ICB) tornou possível, em meados de 2015, o início do Projeto de Compostagem em escolas públicas municipais da cidade paulista. A iniciativa fornece composteiras às instituições e coloca em pauta a questão do lixo.

Atualmente, 62 instituições estão participando do programa, que tem como objetivo contribuir com a coleta seletiva na cidade, demonstrar aos alunos os problemas que envolvem a geração de resíduos e apresentar à comunidade escolar alternativas viáveis para o tratamento do material orgânico.

No total, cem composteiras foram adquiridas a partir da parceria, sendo dez do tipo ecopedagógicas (feitas de plástico transparente, que permitem a visualização do passo a passo do processo da compostagem) e 90 de plástico resistente e não transparente (para receber os resíduos orgânicos gerados na escola, como restos de alimentos não processados). O material resultante do processo é o adubo orgânico, que pode ser utilizado em hortas ou jardins da própria escola.

Imagem: iStock by Getty Images

Imagem: iStock by Getty Images

“Nosso objetivo é fazer com que as composteiras sejam recebidas pelas escolas como um importante instrumento pedagógico, e que seu uso seja inserido no cotidiano dos estudantes”, explica Afonso, Diretor do Departamento de Resíduos Sólidos da autarquia. “Entendemos que, antes de falar sobre compostagem, é necessário abordar a questão da coleta seletiva de maneira mais abrangente, já que todas as escolas da cidade são beneficiadas por ela.”

Concluído o processo pedagógico de preparação dos professores, coordenadores e diretoras, as escolas já estão, desde o início de abril, recebendo as composteiras. Agentes ambientais do Semasa entregarão em média cinco unidades por semana, de forma que, até o mês de junho, as 62 sejam entregues às unidades escolares.

(11240)

logo
Fechar
Abrir
logo