Inicio Desenvolvimento Projeto instala 200 sistemas de energia solar em Santa Catarina

Desenvolvimento

Projeto instala 200 sistemas de energia solar em Santa Catarina

Atualmente, em todo o Brasil, existem apenas 11 mil desses sistemas conectados à rede elétrica.

11 de julho de 2017 • Atualizado às 13 : 11

Os consumidores aprovados adquiriram sistemas fotovoltaicos de 2,6 kWp, pagando R$ 6.682,33. | Foto: Divulgação

Projeto instala 200 sistemas de energia solar em Santa Catarina
763
0

O Projeto Bônus Eficiente Linha Fotovoltaica, que subsidiou em 60% a aquisição de sistemas fotovoltaicos residenciais para mil catarinenses, atingiu na última semana a marca de 200 equipamentos instalados. A previsão é que a fase de instalações seja completada ainda em 2017.

A iniciativa é uma parceria entre a Celesc e a ENGIE Solar e representa um marco para a energia solar no país, tanto por sua proposta inédita de oferecer subsídio na compra quanto pelo número de unidades disponibilizadas. Para se ter ideia, atualmente, em todo o Brasil, existem apenas 11 mil desses sistemas conectados à rede elétrica.

“Já estava pesquisando sobre energia solar e ao saber dessa oportunidade fiz questão de participar. O custo da eletricidade é muito alto e gerar minha própria energia é uma solução muito atraente. Inclusive do ponto de vista ambiental”, disse Paulo Domingos Ferreira, morador de Florianópolis e um dos 200 catarinenses a já ter recebido seu sistema fotovoltaico.

Para viabilizar o projeto, a Celesc destinou R$11,3 milhões do Programa de Eficiência Energética ANEEL/Celesc. Os consumidores aprovados adquiriram sistemas fotovoltaicos de 2,6 kWp, pagando R$ 6.682,33, ou seja, 40% do custo total praticado no mercado.

“O Bônus Fotovoltaico é uma ação de eficiência energética inédita em território nacional. Vamos expandir o número de residências em Santa Catarina com sistemas fotovoltaicos, e, assim, o Estado estará na vanguarda da microgeração solar distribuída no Brasil” afirmou Cleverson Siewert, presidente da Celesc.

A ENGIE Solar está com 13 equipes e 39 profissionais dedicados ao projeto e já completou 90% das instalações na região de Florianópolis.

“É uma iniciativa muito grande e que demanda uma atenção especial. Contratamos e treinamos novos profissionais e já realizamos mais de 1700 visitas em residências. Apesar de um período de chuvas acima da média nos últimos meses, estamos conseguindo manter o cronograma e devemos encerrar as instalações neste ano”, explicou Rodolfo de Sousa Pinto.

Workshops

Na última terça-feira (4), foi realizado o primeiro workshop do Bônus Fotovoltaico, com o objetivo de disseminar informações sobre a microgeração de energia solar e tirar dúvidas de inscritos no projeto.  Ao todo serão seis desses eventos, um em cada macro região de Santa Catarina.

“O Bônus Fotovoltaico recebeu mais de 11 mil inscrições, o que demonstra o grande interesse dos catarinenses pelo assunto. As pessoas querem saber como gerar a sua própria energia e eventos assim são fundamentais para transmitir conhecimento e acelerar a popularização do uso da energia solar”, destacou Sousa Pinto.

(763)

logo
Fechar
Abrir
logo