Inicio Desenvolvimento Hotel no interior de São Paulo instala energia solar para reduzir custos

Desenvolvimento

Hotel no interior de São Paulo instala energia solar para reduzir custos

A energia elétrica é uma das principais despesas do setor hoteleiro.

10 de outubro de 2017 • Atualizado às 17 : 44

Foto: Divulgação/Fronius

Hotel no interior de São Paulo instala energia solar para reduzir custos
779
0

Economizar na conta de luz não é uma tarefa fácil para o setor hoteleiro. Estima-se que a energia elétrica esteja no topo da lista de gastos para o negócio. Para driblar os custos, muitos hotéis têm buscados energias alternativas. Este é o caso do Hotel Pousada Vale do Sol, em Pompéia, interior de São Paulo, que investiu cerca de R$ 230 mil em um sistema próprio de energia solar fotovoltaica.

O proprietário José Carlos de Sá optou pelo sistema por ser uma energia limpa e pela redução de custo.

O projeto foi instalado em 2015 e desde então houve uma queda considerável de 70% do valor em sua conta. “Chegamos a pagar R$ 8.600,00 reais por mês, e após instalação nunca ultrapassamos R$ 2.500,00”, afirma José Carlos.

O sistema implantado abastece diversas atividades no hotel, como: lavanderia, iluminação externa e interna, campo de futebol, quadra de tênis, cozinha, câmara fria etc. O projeto conta 194 placas solares e quatro inversores.

O potencial solar no setor hoteleiro

No Brasil os hotéis contam com uma linha de crédito específica para adquirir equipamentos de energia solar. O incentivo está disponível desde 2016 em diversos bancos nacionais e financia projetos de até R$ 1 milhão em 120 meses com encargos reduzidos.

De acordo com uma pesquisa realizada pelo IBGE em 2016 – Pesquisa de Serviços de Hospedagem – há em torno de 31.299 estabelecimentos no país. A maior parte da rede hoteleira do Brasil está no Sudeste com 41,8% dos estabelecimentos. Em segundo vem o Nordeste com 23,6%.

Segundo Denilson Tinim, técnico e especialista da multinacional Fronius, o setor ajudou a alavancar a comercialização de energia solar. “A expectativa é que o mercado hoteleiro seja responsável por aproximadamente 30% das vendas no próximo ano.”

Outros exemplos

No Brasil já falamos de outros dois hotéis abastecidos por energia solar: um em Ibiúna, São Paulo, (veja aqui) e outro na floresta amazônica (veja aqui). Já em Las Vegas, EUA, um hotel possui um dos maiores telhados solares do mundo (veja aqui). A Disney, em Orlando, também produz sua própria energia (confira aqui).

(779)

logo
Fechar
Abrir
logo