Inicio Arquitetura & Design Empresa reaproveita contêineres para criar mini-fazendas urbanas em Paris

Arquitetura & Design

Empresa reaproveita contêineres para criar mini-fazendas urbanas em Paris

Segundo a empresa, a produção é totalmente livre de pesticidas, conservantes e modificações genéticas.

7 de dezembro de 2016 • Atualizado às 13 : 35

Água, luz e ventilação são controlados para criar o ambiente ideal. | Foto: Divulgação

Empresa reaproveita contêineres para criar mini-fazendas urbanas em Paris
1.86K
0

A Agricool é uma startup criada com o objetivo de aproximar a agricultura do ambiente urbano na capital parisiense. Para isso, a empresa investe em pequenas fazendas criadas dentro de contêineres reaproveitados. A estratégia ajuda a reduzir o impacto com a distribuição dos alimentos e a colocar a população de volta em contato com a comida natural.

Criar fazendas em contêineres ou em ambientes controlados não é uma novidade. Esta é uma tendência que já ocorre há anos, para conseguir produzir em larga escala usando pequenos espaços e cultivando independente das condições climáticas.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Nas mini-fazendas da Agricool o sistema utilizado é a hidroponia. Segundo a empresa, a produção é totalmente livre de pesticidas, conservantes e modificações genéticas. Os fundadores da empresa, Gonzague Gru e Guillaume Fourdinier explicam, no site oficial, que cada contêiner é capaz de produzir o equivalente a quatro mil metros quadrados de terra.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Os contêineres são adaptados para este propósito. Água, luz e ventilação são controlados para criar o ambiente ideal. Isso faz com que a estimativa seja de um cultivo até 120 vezes mais produtivo do que os tradicionais. Além disso, os gastos com energia e água são até 90% menores do que o convencional.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Com um investimento de US$ 4,3 milhões, a empresa já planeja 75 contêineres, capazes de produzir 91 toneladas de morangos, o primeiro produto da linha, em 2017. A ideia é aumentar a variedade gradativamente.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Redação CicloVivo

(1857)

logo
Fechar
Abrir
logo