Inicio Arquitetura & Design Em SP, teatro é reaberto no “Minhocão” com proposta sustentável

Arquitetura & Design

Em SP, teatro é reaberto no “Minhocão” com proposta sustentável

O Eco Teatro Paiol Cultural, localizado no bairro Vila Buarque, em São Paulo, será reaberto após cinco anos desativado. Agora o teatro reabre com o espetáculo “Aquilo Não Cabe no Caixão”, baseado em obra do autor inglês Mark Ramsden.

19 de setembro de 2012 • Atualizado às 10 : 00

Em SP, teatro é reaberto no “Minhocão” com proposta sustentável
2.81K
0

O Eco Teatro Paiol Cultural, localizado no bairro Vila Buarque, em São Paulo, será reaberto após cinco anos desativado. Agora o teatro reabre com o espetáculo “Aquilo Não Cabe no Caixão”, baseado em obra do autor inglês Mark Ramsden.

Sem nenhuma proposta ecológica, ele foi inaugurado em 1969. Antes de seu fechamento, o Paiol Cultural era apenas um teatro comum. Foi o ator Marcelo Mendes que resolveu tomar a iniciativa de reabrir o espaço com um projeto bem diferente do original.

Mendes tem a parceria da empresa Cio da Terra. A ideia é criar um centro que respeite os princípios da permacultura. Uma das novidades é que a água da pia dos banheiros será reaproveitada para uso nos próprios banheiros. Para a climatização do ambiente será usada energia solar. No espaço também terá um jardim.

As técnicas de permacultura também são utilizadas na reforma do espaço. Através de oficinas, será feito um material para revestimento do teto e isolamento acústico. A substância é composta da mistura de celulose e fibras com água. O ator afirma que é o primeiro teatro do gênero no país.

Mendes abandonou seu emprego em uma empresa de cenografia para dedicar-se totalmente ao projeto, que além do teatro inclui um café, espaço para bandas e pista de dança. “O Paiol está no marco do teatro paulistano, já teve um período glamuroso. É muito interessante tê-lo de volta”, afirmou ao G1.

Atualmente, o ator está em busca de patrocínio para o projeto. O teatro está localizado na Avenida Amaral Gurgel, por onde passa o elevado Costa e Silva, mais conhecido como Minhocão. Aliás, a inauguração desta construção ajudou na lenta degradação do espaço e da região central da cidade. O mesmo local serviu de cinema de filmes pornográficos antes de seu fechamento.

Aos poucos a região central está voltando a ser tomada pelos movimentos artísticos. Um grupo que ganhou notoriedade é o Movimento Baixo Centro, que sem autorização realiza diversos eventos na cidade de São Paulo. O objetivo é utilizar o espaço público para fazer qualquer tipo de manifestação cultural. Com informações do G1.

Redação CicloVivo

(2805)

logo
Fechar
Abrir
logo