Inicio Vida Sustentável E-book gratuito ensina a plantar 20 PANCs na horta orgânica

Vida Sustentável

E-book gratuito ensina a plantar 20 PANCs na horta orgânica

As plantas alimentícias não convencionais têm alto potencial nutritivo e culinário.

6 de julho de 2017 • Atualizado às 16 : 34

O consumo das PANCs no Brasil é também uma maneira de incentivo à produção orgânica de alimentos. | Foto: Divulgação

E-book gratuito ensina a plantar 20 PANCs na horta orgânica
14.34K
0

Hoje em dia temos nossa alimentação cada vez mais restrita aos alimentos que encontramos no mercado. No entanto, de acordo com o especialista em agricultura orgânica Thiago Tadeu Campos, existe uma série de alimentos que podem ser explorados em nosso dia-a-dia e que são extremamente nutritivos e benéficos para nossa saúde. Exemplo disso são as Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANCs), que por muitos anos foram parte da culinária típica dos nossos avós e bisavós, mas com a industrialização dos alimentos foram deixadas de lado.

Hortas de PANCs: cultivo diversificado e natural

Atualmente, tem-se resgatado esse grupo de plantas devido, não somente, à seu alto potencial nutritivo e culinário, como também à sua importância ecológica -, ao exercer o papel de protetoras de outras espécies quando plantadas em hortas orgânicas de alta diversidade.

As plantas alimentícias não convencionais fazem parte de um conjunto de hortaliças que, como o próprio nome diz, não são cultivadas tradicionalmente, mas que ainda assim surgem em diversos cultivos de forma natural, brotando junto com ervas daninhas e gramíneas. As plantas não convencionais, contudo, possuem valor nutritivo e são comestíveis, podendo ser utilizadas no dia a dia e estando presente até mesmo em algumas hortas medicinais.

Em geral, são plantas acessíveis e que não fazem parte da gama de plantas consumidas no mercado tradicional. Seu surgimento espontâneo demonstra a alta resistência e a grande variedade de cada uma das espécies em questão. No Brasil, sempre houve uma forte presença de PANC’s em todas as regiões, mas somente nos últimos anos é que esse grupo de plantas começou a ganhar relevância na agricultura orgânica e também na gastronomia.

PANCs são plantas daninhas prejudiciais?

As PANCs são por vezes consideradas ervas daninhas, pois surgem de forma natural e competem por nutrientes com as plantas já presentes nos canteiros. No entanto, poucas pessoas sabem diferenciar uma planta alimentícia das demais pragas e acabam por capinar as PANC’s deixando de aproveitar seus potenciais nutritivos e culinários.

A erradicação de plantas daninhas é uma das principais práticas de trato cultural, porém, ao reconhecer espécies de PANCs o produtor deve reconsiderar a presença de tal espécie, que irá enriquecer o cultivo como um todo e tornará a horta orgânica ainda mais diversa e sustentável. Elas ainda restauram a funcionalidade do ecossistema, e quando presentes trazem benefícios ao solo e as outras espécies presentes no espaço.

Benefícios de cultivar PANCs

As plantas alimentícias não convencionais são a base de uma agricultura orgânica sustentável, pois possuem importância ecológica, equilibrando o meio ambiente com a diversidade de espécies; econômica, incentivando o cultivo de novas espécies e inserindo novos produtos no cardápio do brasileiro; nutricional, pois garante novas fontes de nutrientes, enriquecendo a alimentação sem a necessidade de inserir produtos químicos, e também importância cultural, uma vez que preserva e valoriza as espécies de cada região.

As PANC’s brasileiras, por exemplo, serão diferentes de outras regiões, e essa diversidade é vantajosa tanto para o produtor quanto ao consumidor, que ganhará ainda mais opções de uma alimentação saudável e rica em nutrientes.

As PANCs têm forte presença na gastronomia orgânica e vegana. A elaboração de cardápios com elas é simples e a grande maioria dessas plantas possui excelentes índices nutricionais. Além de proporcionarem um sabor novo e diferenciado, as plantas alimentícias não convencionais funcionam como alternativa sustentável aos alimentos convencionais industrializados.

e-book-20-pancs-para-plantar-na-horta-organica-imgrower-1

Espécies de PANCs no Brasil

O principal segredo está na identificação das PANCs em cultivos, cabendo ao produtor incentivar o crescimento das mesmas. Nem todas as ervas daninhas são PANCs, portanto, uma simples pesquisa sobre padrão de folhagem e ao estilo de crescimento pode auxiliar na distinção e na identificação dessas plantas não convencionais.

As principais plantas PANCs nativas do Brasil são Aracá-boi, Caruru, Fruta-pão, Beldroega, Jambu, Ora-pro-nóbis, Major gomes, Jurubeba, Taioba, entre outras, que podem ser facilmente encontradas em hortas ou canteiros. O manejo das PANCs é quase nulo, tornando sua produção ainda mais atrativa ao produtor orgânico e até mesmo ao produtor convencional.  Diversificar seus canteiros pode auxiliar no controle biológico de pragas e também garante um melhor aproveitamento do solo. A natureza oferece diversas espécies de hortaliças para o consumo humano, cabendo a nós apenas saber aproveitar tais ofertas, cultivar e inserir em nossa dieta visando uma alimentação ainda mais saudável e nutritiva.

O consumo das PANCs no Brasil é também uma maneira de incentivo à produção orgânica de alimentos, pois respeita o meio ambiente e auxilia a regulagem do solo e do ecossistema como um todo. Clique aqui para baixar o E-book com 20 PANCS para você plantar na sua horta orgânica.

DESCRICAO_AUTOR_THIAGO_TADEU_CAMPOS

(14338)

logo
Fechar
Abrir
logo