Curitiba dá exemplo de sustentabilidade através do Programa Biocidade
03 de Agosto de 2010 • Atualizado às 10h41

Curitiba é a sétima maior cidade do Brasil, com 1.828.092 habitantes espalhados por 432,17 km². O grande contingente populacional fez com que os representantes se preocupassem em criar maneiras de manter a biodiversidade da região. Foi assim que surgiu o Programa Biocidade – Biodiversidade Urbana, que busca adequar o crescimento populacional com a preservação das espécies nativas.

Para atingir seus objetivos, o programa conta com trabalhos de revitalização de rios, alternativas sustentáveis de mobilidade urbana e incentivo à preservação de áreas naturais particulares.

Há 40 anos a cidade de Curitiba vem seguindo um planejamento estratégico e a conservação ambiental é um dos pilares fundamentais para que o plano se concretize. O Programa Biocidade foi lançado em 2007 e, desde então, tem trabalho com diferentes projetos que abordam as questões urbanas e diversas soluções inovadoras para a área de gestão ambiental.

A prefeitura da cidade envolveu toda a região da Grande Curitiba em trabalhos separados por segmentos. O Projeto Plantas Nativas Ornamentais busca resgatar a vegetação nativa regional, para isso foram selecionadas 25 espécies que têm sido multiplicadas e plantadas em parques, bosques, escolas e jardins. O Projeto Fauna Exótica realiza um trabalho parecido, porém é destinado à identificação e preservação de espécies animais nativas e exóticas.

A cidade investiu pesado nos futuros cidadãos, com o Projeto de Educação Ambiental. Através do apoio de cem mil pessoas, entre elas, escoteiros, paisagistas, guias turísticos, jardineiros e empresários, Curitiba conseguiu levar a educação ambiental às escolas públicas e à comunidade em geral. O trabalho contou com a distribuição de cartilhas informativas, que informam sobre a diversidade da vida no ecossistema urbano. As escolas receberam atividades de leitura, teatro, trilhas em parques e bosques, palestras e trabalhos de jardinagem, feitos na própria escola.

Os trabalhos com reciclagem na cidade têm mostrado evoluções significativas. Diariamente, Curitiba recolhe 600 toneladas de lixo reciclável. Devido à alta quantidade de resíduos, foram criados cinco parques de triagem e reciclagem e, nos próximos dois anos, serão construídos mais 20 centros com esse perfil. O óleo de cozinha e os pneus receberam tratamento especial no Programa. A cada dois litros de óleo de cozinha entregues ao serviço de coleta, o cidadão recebe um quilo de alimento. A Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos instalou em Curitiba uma central de recolhimento de pneus usados, onde o material é reaproveitado ou transformado em material energético para indústrias.

Confira o vídeo sobre o programa Biocidade

[VIDEO:programa_biocidade_curitiba]

Redação CicloVivo

+ Investimento em transporte público é a solução para metrópoles

+ Curitiba lidera ranking nacional de bibliotecas públicas



Faça você mesmo

institucional capa | quem somos | cadastre-se | sugestão de pauta | como anunciar | contato
canais meio ambiente | tecnologia | arquitetura | mídia e negócios | desenvolvimento | vida sustentável | cidadania | bike | faça você mesmo | vídeos

CicloVivo - Plantando notícias | Todos direitos reservados 2014.