Inicio Tecnologia Conheça o óculos que transforma energia solar em eletricidade

Tecnologia

Conheça o óculos que transforma energia solar em eletricidade

O mais bacana é que o óculos não depende exclusivamente da incidência do sol.

8 de agosto de 2017 • Atualizado às 14 : 32

Foto: Instituto de Tecnologia de Karlsruhe/Divulgação

Conheça o óculos que transforma energia solar em eletricidade
1.25K
0

Um bom par de óculos ajuda a proteger os olhos de diversos tipos de raios ultravioleta. Mas, imagine que a incidência solar que, em excesso, pode acarretar em consequências graves ao ser humano, pudesse ser aproveitada para um fim nobre: a geração de energia solar. Não é genial? Pois um instituto alemão já está se encarregando de desenvolver tal produto.

São os pesquisadores do Instituto de Tecnologia de Karlsruhe (KIT) que criaram um óculos usando células solares orgânicas, que são flexíveis e têm espessura finíssima, acopladas nas lentes. E se engana quem pensa que por causa da tecnologia o modelo tem um design muito diferente do comum. As lentes das células solares foram ajustadas a uma moldura comercial, tendo uma espessura de aproximadamente 1,6 milímetros e pesando cerca de seis gramas – assim como as lentes de óculos de sol tradicionais.

As células usadas são semitransparentes, não atrapalhando o usuário. Em cada modelo, são integrados um microprocessador e dois monitores pequenos, que mostram a intensidade da iluminação e a temperatura ambiente. O mais bacana é que os óculos solares não dependem exclusivamente da incidência do sol -, eles também funcionam em ambientes internos, como dentro de um escritório e até de uma sala de estar.

“Os óculos solares que desenvolvemos são um exemplo de como as células solares orgânicas podem ser empregadas em aplicações que não seriam viáveis utilizando a energia fotovoltaica convencional”, ressalta o estudante de doutorado Dominik Landerer, que contribuiu para o desenvolvimento dos óculos solares. Ele salienta que tais células são adaptáveis em cor, transparência, forma e tamanho à aplicação desejada.

Alexander Colsmann, chefe do Grupo de Energia Fotovoltaica Orgânica no Light Technology Institute (LTI) do KIT, vê o futuro destas células solares na aplicação de edifícios. A ideia é que os módulos orgânicos sejam colocados em fachadas de vidro de prédios altos, aproveitando toda a luz solar absorvida em energia elétrica.

O estudo completo sobre células solares orgânicas aplicada em dispositivos podem ser acessado aqui.

Redação CicloVivo

(1245)

logo
Fechar
Abrir
logo