Inicio Negócios CEO banca férias dos funcionários e eles trabalham melhor e mais felizes

Negócios

CEO banca férias dos funcionários e eles trabalham melhor e mais felizes

A empresa disponibiliza até US$ 2 mil dólares para cada funcionário, para que eles gastem se divertindo nas férias.

28 de setembro de 2016 • Atualizado às 10 : 30
CEO banca férias dos funcionários e eles trabalham melhor e mais felizes

A política adotada na relação entre trabalho e lazer ajudou a companhia a ter rotatividade praticamente zero. | Foto: iStock by Getty Images

1.82K
0

O norte-americano Mark Douglas, CEO da empresa de marketing Steelhouse, encontrou um jeito muito legal de ajudar a melhorar a qualidade de vida de seus funcionários e, de quebra, elevar o rendimento deles no trabalho. Anualmente, a empresa disponibiliza até US$ 2 mil dólares para cada funcionário, para que eles gastem se divertindo nas férias.

A proposta já é colocada em prática na empresa desde 2010. Mas, em entrevista ao site Business Insider, Douglas explica que as pessoas não entendiam o benefício logo de cara. Ele compara a situação do incentivo às férias como a de um leão que vive em cativeiro e que, mesmo estando livre, não sabe como aproveitar a liberdade. “Quando começamos a dizer às pessoas que elas tinham férias ilimitadas, elas nem sabiam como interpretar isso”, disso o CEO.

A forma como o funcionário escolhe aproveitar as férias fica por conta totalmente dele mesmo. É possível gastar todo o dinheiro em uma só viagem ou fazer passeios menores durante o ano. As únicas exigências da empresa é que o dinheiro seja usado de forma legal e para atividades relacionadas ao lazer.

Segundo Douglas, alguns funcionários chegam a pedir a bonificação para usar em outros fins, mas ele é sempre implacável quanto ao uso do dinheiro: “Eu realmente quero que você vá se divertir em algum lugar”, é a resposta que ele usa.

O resultado desta experiência é extremamente positivo. De acordo com o CEO, em três anos, apenas cinco funcionários deixaram a empresa. A política adotada na relação entre trabalho e lazer ajudou a companhia a ter rotatividade praticamente zero e ainda a melhorar os seus resultados.

O esquema funciona de maneira muito simples. O funcionário sai de férias, se diverte e na volta entrega os comprovantes à empresa, que faz o reembolso do valor gasto. Esse tempo fora ajuda a renovar o fôlego do trabalhador e elevar o seu nível cultural, coisas que têm resultados diretos no trabalho.

Redação CicloVivo

(1818)

logo
Fechar
Abrir
logo