Inicio Arquitetura & Design Casal canadense cria e mora em sua própria ilha flutuante autossustentável

Arquitetura & Design

Casal canadense cria e mora em sua própria ilha flutuante autossustentável

Wayne Adams e Catherine King adotaram um estilo de vida totalmente independente.

25 de abril de 2016 • Atualizado às 14 : 00
Casal canadense cria e mora em sua própria ilha flutuante autossustentável

Adams e Catherine garantem que é possível viver ali durante todo o ano, independente das condições climáticas. | Foto: Browningpass

33.33K
0

Os artistas canadenses Wayne Adams e Catherine King adotaram um estilo de vida totalmente independente. Eles criaram uma pequena ilha flutuante onde plantam seus próprios alimentos, geram a energia e água necessárias para o consumo e trabalham.

Foto: Browningpass

Foto: Browningpass

O complexo habitacional começou a ganhar forma em 1992, quando o casal decidiu investir da “Freedom Cove”. Localizada na costa de Tofino, em British Columbia, Canadá, a estrutura é formada por 12 plataformas, por onde estão espalhados viveiros, estufas, hortas, a casa e um estúdio, que permite ao casal produzir peças artesanais vendidas em comércios locais.

Foto: Browningpass

Foto: Browningpass

Adams e Catherine garantem que é possível viver ali durante todo o ano, independente das condições climáticas. A ilha já passou por grandes tempestades e sobreviveu muito bem. Além disso, eles têm em mãos tudo o que precisam e o suficiente para criar dois filhos ao longo de mais de 20 anos.

Foto: Browningpass

Foto: Browningpass

A energia usada para abastecer o pequeno complexo é obtida a partir de placas fotovoltaicas e transformadores. A estrutura também conta com sistema de captação da água da chuva e parte da água potável é retirada de uma cachoeira próxima e usada para suprir a demanda da família. As hortas e estufas produzem os vegetais e frutas. Eles tentaram por um tempo criar galinhas também, mas perceberam que os animais acabavam sendo presas fáceis e desistiram da opção.

Foto: Browningpass

Foto: Browningpass

Foto: Browningpass

Foto: Browningpass

Entre os meses de junho e setembro, o casal abre as portas de sua ilha para receber visitantes, que conhecem cada detalhe deste projeto e podem entender melhor como tudo funciona.

Redação CicloVivo

(33334)

logo
Fechar
Abrir
logo