Inicio Arquitetura & Design Casa italiana é feita com materiais recicláveis e produz 100% de sua energia

Arquitetura & Design

Casa italiana é feita com materiais recicláveis e produz 100% de sua energia

A construção é mais uma prova de que é possível ter conforto e sustentabilidade.

4 de outubro de 2016 • Atualizado às 11 : 15
Casa italiana é feita com materiais recicláveis e produz 100% de sua energia

A casa emite 60% menos carbono que as construções tradicionais. | Foto: Divulgação

32.29K
0

A BioCasa_82 foi construída em Treviso, na Itália. O projeto utilizou materiais recicláveis e energia renovável. Além de sua beleza arquitetônica, a construção é mais uma prova de que é possível ter conforto ao mesmo tempo em que se tem uma obra com baixo impacto ambiental.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

O escritório Welldom foi o responsável pelo projeto, que contou com a aplicação de um método próprio e exclusivo para maximizar o uso de tecnologias sustentáveis. Todos os sistemas aplicados e o cuidado em todas as fases, da concepção à construção, foram pensadas para a obtenção do selo LEED Platinum, o nível máximo em certificação ambiental.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

A casa alcançou 117 dos 136 pontos analisados sobre sustentabilidade pelo Green Building Council. Em termos de inovação e design, o projeto recebeu 10, dos 11 possíveis.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

O “Método de Welldom” possibilitou que a BioCasa_82 fosse construída com 99% de materiais recicláveis. A residência ainda conta com sistema de produção fotovoltaica e aquecimento solar. Isso significa que, por si só, ela é capaz de produzir 14mWh/mq de eletricidade, ao mesmo tempo em que o calor do sol é aproveitado para fornecer água quente e arrefecimento.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

A casa, encomendada por Enrico Moretti, CEO da marca Diadora, emite 60% menos carbono que as construções tradicionais. Para chegar a este nível, a edificação é independente das redes de transmissão de energia e também possui sistema de aproveitamento das águas pluviais. Além disso, a construção foi pensada para aproveitar ao máximos a luminosidade e ventilação naturais.

Redação CicloVivo

(32290)

logo
Fechar
Abrir
logo