Inicio Vida Sustentável Brasileiros querem correr ultramaratona para mostrar a importância da atividade física

Vida Sustentável

Brasileiros querem correr ultramaratona para mostrar a importância da atividade física

Eles querem incentivar outras pessoas a desafiarem seus limites e a saírem da zona de conforto.

1 de agosto de 2016 • Atualizado às 15 : 51
Brasileiros querem correr ultramaratona para mostrar a importância da atividade física

A dupla pretende arrecadar cinco mil reais para que possam cobrir todos os custos relacionados à prova. | Foto: Divulgação

640
0

Robson Rides e João Alencar são professores, treinadores e também ultramaratonistas. Mas, além disso, eles são apaixonados por esporte e acreditam que ao desafiar o próprio corpo em uma prova de ultramaratona, contando com o apoio coletivo, eles também podem incentivar outras pessoas a desafiarem seus limites e a saírem da zona de conforto.

O desafio da vez na vida desses dois brasileiros é uma prova de 233 quilômetros, que percorrerá o litoral do Rio Grande do Sul. A ultramaratona do extremo sul passa por belas paisagens desde a Praia dos Molhes até Santa Vitória do Palmar, no Chuí. Esse percurso é feito pelos atletas apenas com a força do próprio corpo.

Por ser uma prova com um nível de dificuldade altíssimo, poucas pessoas alcançam o índice e são pré-selecionados para participar.  A dupla Robson e João já conseguiu esse feito, que era o mais difícil. Agora eles estão em busca de financiamento coletivo para conseguir levantar a verba necessária para conseguir competir no evento. Mas, o propósito vai além disso.

Segundo eles, os principais objetivos da campanha são impactar a vida das pessoas com a participação na Ultramaratona, chamando a atenção para a importância da atividade física regular e motivar as pessoas a correr para viver bem e melhor. Além disso, eles querem aproveitar essa oportunidade para divulgar o processo de treinamento, para que as pessoas consigam visualizar a importância da disciplina e do foco para se atingir os objetivos em qualquer situação de vida, seja ela relacionada ao esporte ou não.

“Nós estamos entusiasmados com tudo isso e sabemos que é possível entusiasmar outras pessoas para que também se desafiem. Não para correr ultramaratonas, mas para sair da zona de conforto e realizar atividade física regular”, comentam.

A dupla pretende arrecadar cinco mil reais para que possam cobrir todos os custos relacionados à prova. A campanha está em busca de financiamento coletivo através da plataforma Eco do Bem e já está entrando em sua fase final.

Clique aqui para doar e saber mais sobre este projeto.

(640)

logo
Fechar
Abrir
logo