Inicio Vida Sustentável As 12 frutas e vegetais mais contaminados por agrotóxicos nos EUA

Vida Sustentável

As 12 frutas e vegetais mais contaminados por agrotóxicos nos EUA

O morango segue liderando o ranking, seguido pelo espinafre.

10 de março de 2017 • Atualizado às 10 : 39
As 12 frutas e vegetais mais contaminados por agrotóxicos nos EUA

Os morangos contêm em média 7,7 diferentes pesticidas por amostra. | Foto: iStock by Getty Images

2.28K
0

Todo ano, desde 2004, a organização ambiental norte-americana EWG divulga uma lista dos doze alimentos (frutas e vegetais) mais contaminados por agrotóxicos dos Estados Unidos. Neste ano, a pesquisa revelou que o morango segue no topo, como o mais contaminado por agrotóxicos, seguido pelo espinafre.

O guia do consumidor classifica a contaminação por insecticidas em 48 frutas e vegetais populares e baseia-se nos resultados de mais de 35.200 amostras de produtos testados pelo Departamento de Agricultura e Administração de Alimentos e Medicamentos dos EUA (USDA). É importante notar que as amostras são testadas para pesticidas depois de terem sido preparadas para serem consumidas. Isto significa que o produto é completamente lavado e, quando aplicável, descascado. Após estas preparações, os resíduos de pesticidas ainda são detectados em muitas das frutas e verduras.

A análise do EWG revela que 70% dos 48 tipos de frutas e verduras estavam contaminados com resíduos de um ou mais pesticidas. Os pesquisadores da USDA encontraram um total de 178 diferentes pesticidas e produtos de degradação de pesticidas nas milhares de amostras de produtos que analisaram. O que se contatou é que resíduos de pesticidas permaneceram em frutas e vegetais mesmo depois de serem lavados e, em alguns casos, até mesmo descascados.

Veja a lista:

  1. Morango
  2. Espinafre
  3. Nectarina
  4. Maça
  5. Pêssego
  6. Pera
  7. Cereja
  8. Uva
  9. Salsão (Aipo)
  10. Tomate
  11. Mini-pimentão
  12. Batata

“Comer muitas frutas e legumes é essencial, não importa como eles são cultivados, mas para os itens com as cargas mais pesadas de pesticidas, pedimos aos compradores para comprarem orgânicos”, diz Sonya Lunder, analista sênior da EWG.

Lunder disse que é particularmente importante reduzir as exposições de crianças pequenas a pesticidas. A indústria de pesticidas e a agricultura química afirmam que os pesticidas produzidos não são motivo de preocupação, mas médicos e cientistas discordam fortemente.

“Mesmo níveis baixos de exposição a pesticidas podem ser prejudiciais para bebês, bebês e crianças pequenas, portanto, quando possível, os pais e cuidadores devem tomar medidas para reduzir a exposição das crianças aos pesticidas, enquanto ainda alimentá-los dietas ricas em frutas e legumes saudáveis”, diz o médico Philip Landrigan, da Escola de Medicina do Monte Sinai.

Apesar de consumirmos muitos dos alimentos da lista norte-americana, é importante frisar que no Brasil, por termos legislações menos rígidas quanto ao uso de agrotóxico, os dados acabam sendo bem diferentes. O Brasil hoje lidera o uso de agrotóxicos no mundo (veja aqui). Todo ano a Anvisa divulga uma lista com as frutas e vegetais mais contaminados no Brasil (veja aqui a de 2016). Um estudo também identificou quais são os agrotóxicos mais frequentes nos alimentos consumidos no Brasil (veja aqui).

No site da EWG (veja aqui) é possível ter mais detalhes sobre o estudo e até mesmo baixar o relatório completo da pesquisa.

Redação CicloVivo

(2282)

logo
Fechar
Abrir
logo