Inicio Meio Ambiente Árvore mais antiga de SP foi clonada e será plantada no parque Villa-Lobos

Meio Ambiente

Árvore mais antiga de SP foi clonada e será plantada no parque Villa-Lobos

Plantio representa a continuidade da mais idosa das árvores paulistas.

21 de setembro de 2017 • Atualizado às 07 : 31

Foto: Divulgação

Árvore mais antiga de SP foi clonada e será plantada no parque Villa-Lobos
963
0

O Dia da Árvore, 21 de setembro, terá um motivo a mais para ser comemorado. A data, que tem o objetivo de conscientizar sobre a preservação desse bem tão valioso, será marcada pelo retorno de uma grande filha de São Paulo ao convívio dos paulistanos. A Figueira das Lágrimas, ser vivo mais antigo da cidade, teve duas mudas clonadas há 19 meses. Uma delas está no Ibirapuera e a outra será plantada em pleno Parque Villa-Lobos, às 16h.

Motivos não faltam para que a DW! São Paulo Design Weekend, Atelier Hugo França e Cardim Arquitetura Paisagística se engajassem no resgate do valor histórico, cultural e ambiental desta árvore veterana. Com mais de dois séculos de vida e sobrevivente da transformação de povoado em metrópole, a figueira representa um símbolo do futuro sustentável possível para a cidade.

A árvore ganhou esse nome por estar situada na beira da estrada que ligava a cidade ao Porto de Santos e, consequentemente, ser considerada um ponto de referência para as despedidas daqueles que iriam viajar. Durante o século XX foi sendo gradativamente esquecida pela metrópole e abandonada em um acanhado terreno.

Foi a partir deste histórico que nasceu o Projeto Lágrimas de Alegria, criado em 2015, na 4º edição do DW! São Paulo Design Weekend, para chamar a atenção e levantar discussões sobre a recuperação de espécies nativas da cidade de São Paulo. O artista Hugo França, o botânico Ricardo Cardim e Lauro Andrade, idealizador da Design Weekend, leiloaram durante o festival uma peça do Hugo França para arrecadar fundos para a clonagem da velha árvore e projeto de restauro de seu sítio original.

No mesmo ano, Cardim teve ajuda do Instituto de Botânica da USP para conseguir duas mudas clonadas com sucesso – uma delas está no Parque Ibirapuera e a segunda, ganhará vida longa no Parque Villa-lobos. No espaço de plantio, será instalado um banco de Hugo França que, além de proteger a árvore, também acomodará seus contempladores. A peça será confeccionada com o resíduo de um Eucalipto do próprio parque, que será devolvido à população em forma de mobiliário público, além de simbolizar esse momento de renascimento da Figueira, protagonista da ação.

Plantio clone Figueira das Lágrimas no Parque Villa-Lobos

Data: 21 de setembro

Horário: 16h

Local: Parque Villa-Lobos

(963)

logo
Fechar
Abrir
logo