Inicio Arquitetura & Design Arquiteto transforma antiga caixa d’água em apartamento

Arquitetura & Design

Arquiteto transforma antiga caixa d’água em apartamento

O projeto da reforma revela que a simplicidade muitas vezes nos leva à soluções elegantes.

24 de setembro de 2013 • Atualizado às 10 : 53
Arquiteto transforma antiga caixa d’água em apartamento

21.70K
0

Uma histórica caixa d’água da cidade de Antwero, na Bélgica, foi transformada em um apartamento de seis andares. O projeto da reforma foi feito por Jo Crepain, arquiteto premiado na Bélgica que infelizmente faleceu em 2008. O apartamento, chamado de Woning Moereels, marcou o trabalho do arquiteto, revelando que a simplicidade muitas vezes nos leva à soluções mais elegantes.

O reservatório de água permaneceu abandonado por muitos anos, até que a prefeitura da cidade decidiu vendê-lo. Um arquiteto paisagista local decidiu transformar a construção em sua casa dos sonhos. Trabalhando juntamente com Jo Crepain, os dois criaram um projeto simples de apartamento com seis andares e com um jardim de inverno no andar abaixo da antiga caixa d’água de concreto.

A casa foi construída com um vão livre de seis metros anexo à quatro andares do reservatório. O edifício foi vedado com painéis de vidro translúcido.

A residência tem vista para as florestas adjacentes de Braaschaat e uma escada liga todos os andares.

Lâmpadas fluorescentes iluminam a fachada do apartamento, tornando o edifício em uma espécie de “farol” da cidade. As paredes de vidro fazem com que a iluminação natural penetre na residência, porém, elas não são transparentes o suficiente para que quem esteja passando na rua enxergue o que está acontecendo lá dentro.

A antiga torre de concreto e a nova fachada de vidro “reforça a ambição do simbolismo industrial entre o novo e o velho.” Woning Moereels é um projeto de adaptação de reuso que aumenta as qualidades da antiga construção, enquanto cria um novo espaço útil.

Crepain e seu cliente trabalharam com um orçamento pequeno para fazer o projeto e, como o próprio arquiteto disse em 2008, “Nós fomos sortudos por não termos dinheiro, porque o que temos agora é um lindo edifício simples e soberbo. Às vezes é difícil fazer algo simples, mais difícil que fazer algo complicado. Nós temos que manter em mente o “menos é mais” do famoso arquiteto modernista Mies van der Rohe e trabalhar duro para fazer menos.”

Mayra Rosa – Redação CicloVivo

(21704)

logo
Fechar
Abrir
logo