Inicio Vida Sustentável 4 técnicas para preservar os alimentos sem refrigeração

Vida Sustentável

4 técnicas para preservar os alimentos sem refrigeração

Essas sugestões oferecem um leque ainda maior de oportunidades para o uso na cozinha e diversidade na manufatura dos alimentos.

16 de setembro de 2014 • Atualizado às 14 : 34

Foto: iStock by Getty Images

4 técnicas para preservar os alimentos sem refrigeração
19.32K
0

De acordo com a Organização das Nações Unidas, aproximadamente 1/3 de toda a produção de alimentos mundial vai parar no lixo. Evitar o desperdício é essencial para reverter este quadro. Diante disso, o CicloVivo, inspirado pela repórter Katherine Martinko, do site norte-americano TreeHugger, separou quatro dicas de como conservar o seu alimento sem que seja necessário o uso da refrigeração. Essas sugestões oferecem um leque ainda maior de oportunidades para o uso na cozinha e diversidade na manufatura dos alimentos.

1. Conservas

Muitos alimentos podem ser armazenados em conservas. Além de permanecerem “frescos” por mais tempo, eles ganham uma consistência diferente e dão um toque a mais em muitas receitas. Neste processo de preservação todas as bactérias são mortas, por isso, é necessário utilizar potes de vidros esterilizados e ter cuidado para não usar talheres contaminados. Existem muitas opções de processos para a fabricação de uma conserva e eles variam de acordo com o gosto e o alimento utilizado, que pode ser frutas, legumes ou verduras. O mais comum é o uso do vinagre ou de outras bebidas com álcool para este preparo.

2. Desidratação

Essa é a maneira mais prática de conservar um alimento. Ao secar um alimento, você torna mais difícil a instalação de mofos e bactérias, que se prosperam em ambientes úmidos. Existem equipamentos específicos para a desidratação, mas também é possível realizar o processo utilizando apenas um forno de baixa temperatura. Esta opção é ideal para frutas e legumes, mas também pode ser aplicada em carnes.

3. Fermentação

A fermentação é bastante semelhante à conserva. No entanto, este processo permite a entrada de algumas bactérias boas. É comum o uso da salmoura ácida, que faz o controle, matando as bactérias ruins e preservando as benéficas.

4. Sal

Usar o sal para conservar os alimentos é uma técnica muito antiga. O sal cria um ambiente hostil às bactérias e a maioria dos micro-organismos não consegue tolerar uma concentração de sal superior a 10%.

O processo de cura consiste em esfregar uma mistura de sal e açúcar em pedaços de carnes frescas, embalá-la firmemente em uma panela de barro e armazená-la em local com temperatura fresca e estável. As carnes curadas dessa forma necessitam de um longo processo de imersão em água para retirar o excesso de sal e deixá-la em níveis comestíveis.

Redação CicloVivo

(19320)

logo
Fechar
Abrir
logo