Inicio Cidadania 21 terminais de ônibus em São Paulo têm projeto de troca de livros

Cidadania

21 terminais de ônibus em São Paulo têm projeto de troca de livros

Para participar, basta comparecer a um dos terminais, escolher um livro e retirar de forma totalmente gratuita.

31 de março de 2016 • Atualizado às 16 : 42

Projeto foi ampliado para mais de nove terminais da cidade. | Foto: iStock by Getty Images

21 terminais de ônibus em São Paulo têm projeto de troca de livros
1.01K
0

A partir desta quinta-feira (31), quem passar pelos terminais Amaral Gurgel, Cidade Tiradentes, Parelheiros, Penha, Pinheiros, Princesa Isabel, Sapopemba/Teotônio Vilela e Vila Nova Cachoeirinha poderá trocar livros gratuitamente nas estantes do Livro na Faixa. A Prefeitura de São Paulo decidiu ampliar o projeto para esses nove locais, somando 21 terminais de ônibus de toda a cidade.

O Livro na Faixa foi desenvolvido no final de 2014 por meio de uma parceria entre as secretarias municipais de Transportes e de Cultura. A ideia do projeto é criar uma rotatividade de obras literárias, incentivando a leitura e promovendo a cidadania e a interação entre as pessoas por meio da troca de livros e histórias.

Para participar, o usuário interessado em um livro não precisa realizar qualquer tipo de inscrição. Basta comparecer a um dos terminais com estantes do projeto, escolher um livro e retirar de forma totalmente gratuita. O leitor não tem a obrigação de devolver a obra, mas como o sucesso do projeto depende da participação coletiva, é recomendável que após a leitura ele devolva o livro ou que a retirada de uma obra seja feita mediante à doação de outra, para que as estantes permaneçam sempre abastecidas.

Para devolver ou doar uma obra é preciso apenas comparecer a um dos terminais que integram o projeto. Não é necessário que o título seja novo, basta estar em boas condições de leitura.

O Livro na Faixa conta com vários parceiros como a Livraria Leitura, Editora Livrus e apoio do SPUrbanuss e das empresas VIP Leste, Ambiental, Mobi, Cidade Dutra, Transpass, Gatusa, Transkuba, Gato Preto e Santa Brígida.  Além disso, editoras, livrarias, distribuidoras e autores também têm feito doações.

Além dos nove terminais que passam a receber o Livro na Faixa, outros 12 já dispõem de estantes do projeto. São eles: A.E. Carvalho, Carrão, Pq. D. Pedro, Pirituba, Bandeira, Jardim Ângela, Grajaú, Santo Amaro, Capelinha, Guarapiranga, Campo Limpo e Lapa.

Da Prefeitura de São Paulo.

(1007)

logo
Fechar
Abrir
logo