Inicio Meio Ambiente 10 fatos alarmantes sobre o aumento no nível dos oceanos

Meio Ambiente

10 fatos alarmantes sobre o aumento no nível dos oceanos

O problema pode ser muito pior do que você imagina.

2 de março de 2016 • Atualizado às 15 : 01
10 fatos alarmantes sobre o aumento no nível dos oceanos

7.01K
1

As mudanças climáticas são reais e as suas consequências também. Um dos jeitos mais fáceis de visualizar os seus efeitos é observando e estudando o aumento nos níveis dos oceanos. No entanto, as informações podem ser muito piores do que você imagina. O site norte-americano Mother Nature Network listou dez fatos alarmantes acerca da elevação oceânica. Veja abaixo quais são eles:

  1. O nível dos oceanos subiu 200 milímetros desde 1880

O gráfico abaixo foi produzido pela Agência Espacial Norte-Americana (Nasa) com base em dados da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional dos EUA (NOAA) e a Organização de Pesquisa Industrial e Científica da Austrália (CSIRO).

Imagem: NASA

Imagem: NASA

  1. Não apenas o nível do mar está se elevando, mas a média deste aumento também está subindo

Entre 1900 e 2000, a média de aumento no nível do mar foi de 1,4 mm. Em 2010 a média já havia subido para três milímetros e hoje está em 3,4 mm, por ano.

Imagem: NASA

Imagem: NASA

  1. Este é o aumento do nível do mar mais rápido dos últimos três mil anos

Graças aos altos níveis de CO2 na atmosfera e ao aquecimento global resultantes das emissões desse e de outros gases de efeito estufa, no século 20, os oceanos subiram, pelo menos, 14 centímetros. O nível é o maior dos últimos 27 séculos.

  1. A cada 2,5 cm de aumento no nível do mar, ele avança de 1,2 a 2,5metros no litoral

De acordo com a Nasa, este é o tamanho da perda nas praias quando o oceano sobre apenas “um pouquinho”. Pode parecer ínfimo, mas se considerarmos a grandeza dos oceanos, com mais de 500 milhões de metros cúbicos de água, um centímetro ou dois podem fazer uma enorme diferença.

Large Waves Breaking Against Sea Wall At Dawlish In Devon

Foto: iStock by Getty Images (via istock.com)

  1. Muitas grandes cidades costeiras já estão enfrentando problemas com inundações

Apenas nos EUA, de acordo com os monitoramentos feitos pela Climate Central, as inundações costeiras já dobraram. O mesmo acontece em cidades litorâneas de outras partes do mundo.

  1. Nos próximos 80 anos, os oceanos devem subir mais 1,3 metro.

Um estudo recente, publicano na revista científica Pnas, estima que até o final deste século os mares estarão de 0,5 a 1,3 metro mais altos.

  1. Mais de 216 milhões de pessoas vivem em áreas que podem estar embaixo d’água em 2100.

As áreas costeiras são, obviamente, as mais vulneráveis. De acordo com a Climate Change, de 147 a 216 milhões de pessoas vivem em áreas que podem ser totalmente alagadas até o final do século. A China é o país mais vulnerável, com ate 63 milhões de pessoas expostas a este problema.

Em algumas ilhas a situação atual já é tão urgente que a população tem sido removida de suas cidades e até de seu país.

Foto: iStock by Getty Images

Foto: iStock by Getty Images (via www.istockphoto.com)

  1. O aumento no nível do mar pode contaminar a água usada para o abastecimento

As inundações podem contaminar os reservatórios de água doce com a água salgada vinda do mar. Este problema é especialmente perigoso para os aquíferos, usados como fonte de água fresca em muitas cidades litorâneas. O processo de descontaminação e dessalinização nesses casos é muito complexo e caro.

  1. A biodiversidade costeira também está ameaçada

Espécies da fauna e flora podem ser diretamente afetadas pelo avanço dos oceanos. Entre os animais, um dos mais preocupantes é a tartaruga, que precisa de espaço na areia para depositar seus ovos até o nascimento dos filhotes e retorno ao oceano. Quando os ovos ficam por apenas três horas embaixo da água, as chances de vingarem são reduzidas em 10%. Quando o período passa para seis horas, as chances caem 30%.

Foto: iStock by Getty Images

Foto: iStock by Getty Images

  1. Danos causados pelas inundações costeiras podem custar US$ 52 bilhões por ano

Em 2005, as estimativas do Banco Mundial foram de que as inundações custaram, globalmente, US$ 6 bilhões. Em 2050, os custos devem chegar a US$ 52 bilhões.

Foto: iStock by Getty Images

Foto: iStock by Getty Images

Redação CicloVivo

 

(7011)

Comentários

logo
Fechar
Abrir
logo