Inicio Vida Sustentável 10 dicas para quem está começando a cultivar plantas ou alimentos

Vida Sustentável

10 dicas para quem está começando a cultivar plantas ou alimentos

Cultivar plantas ou alimentos pode ser muito mais simples do que parece.

20 de outubro de 2016 • Atualizado às 10 : 00
10 dicas para quem está começando a cultivar plantas ou alimentos

O melhor jeito de aprender é fazendo. Não tenha medo de tentar e nem de pedir ajuda quando necessário. | Foto: iStock by Getty Images

10.35K
0

Começar um jardim ou uma horta pode parecer um desafio, principalmente para quem nunca teve experiência em plantio. Mas, cultivar plantas ou alimentos pode ser muito mais simples do que parece, se você seguir algumas dicas de quem já tem experiência.

Por isso, o CicloVivo reuniu aqui algumas sugestões da australiana Anna Gregory, que podem ser bastante úteis para quem está começando o seu próprio cultivo. Veja abaixo quais são elas:

  1. Plante coisas da estação

Antes de iniciar o plantio, atente às condições da estação e veja quais são as plantas ou alimentos mais apropriados para esta época. Um cultivo bem-sucedido envolve conhecer as sementes e entender o que elas precisam para se desenvolver adequadamente. Lembre-se que cada região tem suas particularidades, então gaste um tempo pesquisando o que melhor se adapta à sua área e quais períodos do ano são os mais indicados para o plantio.

  1. Use substratos de qualidade

Antes de escolher qual substrato você vai comprar, analise quais são os nutrientes que ele possui. Não opte apenas pelo mais barato. As plantas precisam de um solo nutritivo para se desenvolverem, principalmente quando são cultivadas em vasos, caixas ou em qualquer outro recipiente.

Foto: iStock by Getty Images

Foto: iStock by Getty Images

  1. Pesquise qual deve ser o manuseio adequado para o seu plantio

Quando falamos em cultivar alimentos, cada um tem suas particularidades. É muito importante conhece-las, para garantir que eles serão produtivos sempre. Portanto, quando escolher o que plantar, veja também quais serão os cuidados no futuro. Por exemplo: cenoura e feijão são sensíveis a perturbações nas raízes, portanto, não devem ser plantadas em vasos e depois transplantadas para outro solo. Já o tomate pode ser cultivado em vasos e depois transportado para espaços maiores.

  1. Saiba do que a sua planta gosta

Algumas plantas gostam de passar longos períodos no sol, enquanto outras se desenvolvem melhor à sombra. Os tomates vão muito bem com o sol, mas o alface, agrião, espinafre e muitos outros precisam de uma sombrinha.

Foto: iStock by Getty Images

Foto: iStock by Getty Images

  1. Forneça a quantidade certa de água

Assim como o sol, a quantidade de água é determinante para garantir o desenvolvimento das plantas. A maior parte delas não gostam de solo seco, mas nem todas gostam de muita água. A chave para o sucesso é manter uma rela regular. O simples toque na terra já dá para perceber se ela está seca ou úmida. O ideal é mantê-la sempre úmida, mas, lembre-se: pode ser que a sua espécie goste mais de água, por isso, sempre pesquise as condições ideais antes de qualquer decisão.

Foto: iStock by Getty Images

Foto: iStock by Getty Images

  1. Comece com plantas fáceis de lidar

As ervas são ideais para quem está começando a plantar e ainda não tem experiência em lidar com a terra. Elas se desenvolvem com facilidade, são extremamente úteis e vão te ajudar a ganhar confiança para investir em alimentos que precisam de cuidados mais específicos. Algumas sugestões são: alecrim, manjericão, orégano e cheiro-verde.

  1. Não desanime com os erros

Cultivar alimentos também tem momentos complicados. Nem sempre, mesmo com todos os esforços, as coisas não sairão como planejado. Até mesmo os agricultores experientes são surpreendidos na hora da colheita. Plantar também é um jogo de erros e acertos, até que tudo se acerte. Portanto, não desanime diante de uma experiência ruim. Sempre existe a possibilidade de aprender algo e tentar novamente, até com outras coisas.

Foto: iStock by Getty Images

Foto: iStock by Getty Images

  1. Nem tudo é culpa sua

Não ache que quando uma planta morre você é o culpado. Além de fazer parte do ciclo, existem inúmeros fatores que contribuem para o bom desenvolvimento ou morte de uma planta. Nem tudo está sob seu próprio controle.

  1. Troque experiências e converse com outras pessoas

Quem gosta de plantar, normalmente gosta de compartilhar experiências e histórias sobre isso. Aproveite essas oportunidades para aprender e entender melhor como funciona o universo das plantas. Não tenha medo de perguntar. Uma boa dica para quem usa o Facebook é participar do grupo dos Hortelões Urbanos. São mais de 55 mil pessoas de todo o Brasil compartilhando suas experiências e conhecimento. Clique aqui para ver.

  1. Aprenda com os seus erros e não tenha medo de falhar

O melhor jeito de aprender é fazendo. Não tenha medo de tentar e nem de pedir ajuda quando necessário. Ao longo do tempo você perceberá que o caminho do conhecimento é cheio de testes e erros, são eles que nos ajudam a aprender e entender melhor como as coisas funcionam. Isso vale para a jardinagem e para a vida.

Redação CicloVivo

(10346)

logo
Fechar
Abrir
logo