O Sítio Pau d’Água , em Piracaia, a apenas 90 Km de SP, realiza a 1ª Semana de Permacultura: caminhos para mudar o mundo, de 21 a 27 de julho. São 7 dias com uma programação intensa, que está dividida em três partes. Na manhã, hora de ir a campo para aplicar os conceitos da agrofloresta sintrópica e de bioconstrução, que permitem novas possibilidades de nos alimentarmos sem veneno e construirmos casas de baixo impacto ambiental. É mexer com a terra, conectar-se. Na parte da tarde, um especialista convidado realiza uma palestra-conversa sobre permacultura, alimentação, habitação, energia, água e vida em comunidade. É preciso entender que fazemos parte de um todo. Não estamos separados de nada. À noite, aquele momento de celebrar a amizade, com fogueira, filme e festa. Uhuuu!!!
“Vamos fazer uma imersão, mas de uma maneira leve, para apresentar a ética, os temas e as técnicas de Design de Permacultura”, afirma o permacultor Edilson Cazeloto, que realiza a curadoria do evento. Ex-jornalista, ex-radialista e ex-professor de pós-graduação, ele largou tudo – quando estava no auge da carreira – para morar na roça. A vida na cidade simplesmente deixou de ter sentido para ele. (conheça a história do Edilson aqui)

O que é permacultura?

A permacultura foi criada na década de 1970 pelos cientistas australianos Bill Mollison e David Holmgren, que sistematizaram tecnologias ancestrais e atuais de diversas áreas do conhecimento para que possamos criar assentamentos humanos sustentáveis. A ideia é criar e desenvolver pequenos sistema produtivos organicamente organizados. É uma metodologia que ajuda a gerar renda em uma propriedade rural, economizar tempo e ainda nos permite viver em harmonia com a Natureza. Resumindo: morar coletivamente neste planeta sem destruí-la. Para que isso seja possível, orienta-se por 3 princípios éticos: cuidar da terra, cuidar das pessoas e cuidar do futuro. É disso tudo que vamos falar, vivenciar e celebrar na 1ª Semana de Permacultura.

Permacultura: caminho da mudança 

A permacultura é uma alternativa para mudar “as coisas que estão aí”, pois o estilo de vida que temos adotado na sociedade de consumo está esgotando nossos recursos naturais. A ética, os princípios e as técnicas da permacultura permitem transformar a forma como cada um enxerga a Natureza ao redor.

A partir desta mudança interna fica mais fácil redesenhar a paisagem que queremos construir, as casas que queremos morar, os alimentos que queremos consumir, a energia que queremos gastar e o estilo que vida que queremos adotar.

Sobre o Sítio Pau d’Água

O Sítio Pau d’Água tem atraído uma legião de pessoas interessadas em “experiências de sustentabilidade”. São oficinas, cursos, palestras, eventos e festas de temas ligados à cultura alternativa: permacultura, agroecologia, bioconstrução, saúde integral e cultura popular. Em cinco anos, o Sítio, que era um antigo pasto, transformou-se em um pequeno oásis. Metade dos três alqueires  está sendo reflorestado (3 mil árvores plantadas nos últimos dois anos) e 3 módulos de Safs já foram implantados. (saiba mais sobre o sítio aqui)

Serviço
1ª Semana de Permacultura
Sítio Pau d’Água – Piracaia- SP
De 21 a 27 de julho
Valores (inclui alimentação completa todos os dias): R$ 730 (sem hospedagem), R$ 910 (camping), R$ 980 (alojamento), R$ 1.330,00 (quarto Ecovila).
Inscrição: [email protected]nicacao.com.br
Whatsapp: 11-97130-3335
Programação
A programação da 1ª Semana de Permacultura está dividida em três turnos. Na parte da manhã, vamos aplicar na prática os conceitos da agrofloresta e de bioconstrução. Na parte da tarde, vamos ter um especialista para uma palestra, seguida de conversa sobre o tema. À noite, é hora da amizade, com fogueira, filme e festa.
SÁBADO – 21 de julho
– Visita guiada ao Sítio Pau d’Água
– Palestra: o que é Permacultura (Princípios e ética, leitura de paisagem, zonas e Setores)
– Fogueira
DOMINGO – 22 de julho
– Atividade de bioconstrução
– Palestra: paisagem construída (fundamentos da bioconstrução e técnicas da bioconstrução)
– Filme “Primeira Terra”
SEGUNDA – 23 de julho
– Atividade de Agrofloresta Sintrópica
– Palestra: Paisagem Cultivada (Agroecologia, Safs – Sistemas Agroflorestais,
e Pancs – Plantas Alimentícias não convencionais)
– Filme “O Solo”
TERÇA – 24 de julho
– Atividade de Bioconstrução
– Palestra: Água (Conservação dos recursos e tratamento de águas servidas
– Fogueira
QUARTA – 25 de julho
– Atividade de Agrofloresta
– Palestra: Energia (O pico do petróleo e energia renovável)
– Filme “Una Granja para El Futuro”
QUINTA – 26 de julho
– Visita à Ecovila Clareando
– Palestra: Estruturas Invisíveis (Economia solidária, ecovilas e assentamentos, modelo de tomada de decisão, decrescimento e simplicidade voluntária)
– Festa
SEXTA – 27 de julho
Encerramento

Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.