Com origem mediterrânea, o alecrim (Rosmarinus officinalis L.) é um arbusto lenhoso que pode atingir seus dois metros de altura. Velho conhecido de todos, é muito utilizado pelos seus diversos benefícios medicinais, como no estímulo da circulação sanguínea, no auxílio do combate à depressão, inflamações, no alívio dos sintomas de gripe e resfriados. O alecrim também é apreciado pela indústria de cosméticos, perfumaria, higiene pessoal, utilizado como repelente e na culinária, entre outros usos.

Outra característica que o torna atraente para o cultivo é sua facilidade de manejo e a possibilidade de ser plantado nos mais diversos locais, inclusive em pequenos espaços como apartamentos. O alecrim floresce quase o ano inteiro, então, além de todos os benefícios e facilidades que o seu cultivo traz, ele ainda pode deixar a sua horta orgânica  mais bonita, com suas flores que podem ser brancas, rosas, azuis ou violetas, dependendo da cultivar.

Confira abaixo dicas de Thiago Campos, especialista em agricultura orgânica, para cultivar o alecrim em casa sem uso de agrotóxicos, ou seja, de forma orgânica.

Foto: iStock by GettyImages 

As melhores condições para o cultivo do alecrim

Para saber como plantar alecrim orgânico em sua horta é importante ficar atento à algumas dicas sobre o clima, luminosidade, solo e irrigação que o alecrim mais prefere. Assim você garante que sua horta tenha alimentos com boa qualidade.

Clima

O alecrim se desenvolve bem em climas temperados e tropicais. Só não o plante em locais com temperaturas extremas.

Luminosidade

Por conta da sua região de origem, esse arbusto precisa de muita luminosidade direta, por pelo menos 5 horas diárias.

Irrigação

Como é uma planta bem rústica, o alecrim pode ficar sem rega por até três dias e ainda estar saudável. Ele é tolerante a seca e, assim, perfeito para quem não tem muito tempo para se dedicar ao cultivo. Quando for fazer a rega, tome cuidado para não deixar o solo encharcado.

Evite plantar o alecrim em locais que chove sempre, ele não gosta de muita umidade.

Solo

Não se preocupe com o solo: o alecrim se desenvolve bem em todos os solos e, em solos pobres, seu aroma e sabor são intensificados. Apesar disso, ele prefere os solos secos, bem drenados e arenosos.

Como plantar alecrim orgânico

Foto: iStock by GettyImages 

A melhor época para o plantio de alecrim é nos meses de setembro a novembro. Um bom plantio orgânico respeita o tempo dos vegetais.

Agora, para realizar de fato o plantio, faça estacas ou compre a muda de alecrim em alguma floricultura ou local que venda mudas de temperos e ervas. Você também pode escolher plantar as sementes de alecrim, que você adquire em lojas de agropecuária. Caso opte por plantar a semente, saiba que a germinação não será rápida.

Feito isso, é hora de escolher onde se irá plantar. O alecrim se desenvolve bem em espaços mais abertos, como hortas ou plantações, e também em vasos ou jardineiras. Uma ideia é ter na sua cozinha um vaso de temperos, pronto para ser utilizado nos mais diversos pratos.

No caso de plantios em canteiros, plante a muda, estaca ou semente de alecrim a 0,8 metros entre as plantas. Para as mudas, as covas devem ser de 15 x 15 centímetros. Em vasos, o plantio pode ser feito naqueles que tiveram no mínimo 20 centímetros de diâmetro, mas nessa condição a planta fica mais sensível à falta de água.

Você também pode plantar alecrim a partir de suas estacas. Para isso, basta cortar um ramo de aproximadamente 15 centímetros, retirar as folhas inferiores, e enterrar. Plante em solo úmido até o enraizamento, o que deve durar de três a quatro semanas, e espere até um ano para fazer o transplante para o local definitivo, em regiões com inverno frio, e até dois meses, em regiões com inverno ameno. Após o enraizamento, a planta precisa receber luz solar direta.

Faça o manejo correto do seu plantio de alecrim

Saber como plantar alecrim orgânico também é ter um olhar sobre o manejo. Os tratos culturais incluem a irrigação, a poda e a prevenção e manejo das doenças e pragas.

As regas devem ser diminuídas conforme o desenvolvimento da planta, para que o solo fique somente pouco úmido.

Se você perceber que o alecrim está se ramificando e assim ocupando muito espaço na sua horta, você pode fazer a poda na primavera. O alecrim não precisa de poda para ficar mais saudável, então esse passo é da sua escolha.

Para evitar doenças e pragas, não deixe o solo encharcado, retire as plantas daninhas que podem estar competindo por nutrientes e água.

Apesar de ser uma planta de fácil cultivo, é importante que você dê alguma atenção para ela, para evitar casos extremos.

Como fazer a colheita

A colheita pode ser realizada após 90 dias do plantio, mas, se você puder esperar, prefira fazer a colheita ao segundo ou terceiro ano da planta, para não prejudicar seu desenvolvimento. Você pode cortar até 50% do arbusto, na primavera e, se preferir, outra vez no outono.

Nas condições ideais e bem manejado, o alecrim pode produzir por até mais que 10 anos.

Thiago Tadeu Campos é especialista em agricultura orgânica e consultor master em produção orgânica na empresa ImGrower. Um de seus principais hobbies é compartilhar conteúdo em seu próprio blog, cuja missão é fornecer material prático, atualizado e de qualidade sobre a produção de alimento orgânico e cultivo protegido.